Concerto EL REY com entrada livre na CAL

Etiquetas: , , , , , , ,
___________________________________________________________________________________

31 de Outubro de 2014
22h00
Casa da América Latina
Entrada livre

Stefan Lechner, um dos dois viajantes austríacos que partiram de autocarro para uma viagem pela América Central, é um dos protagonistas de um concerto na Casa da América Latina. No espectáculo, Lechner apresentará as canções que compôs com Adi Hirzer ao longo da viagem. Essas músicas estão associadas a episódios da viagem.

O projecto teve início quando Stefan Lechner e Adi Herzer, dois músicos austríacos, se cansaram da rotina da vida no seu país natal e decidiram embarcar numa aventura pela América Latina durante um ano. A ideia foi explorarem a cultura local através da música. Para isso compraram um autocarro escolar e rumaram em direcção ao México. Sem a ajuda de telemóveis ou internet, Stefan e Adi encontraram músicos por toda a parte e, ao longo da viagem, perceberam o poder da música, não só como meio de aproximação entre pessoas de culturas diferentes, mas também como forma de expressão e de luta.

Esta aventura deu origem ao ciclo EL REY, formado por três vertentes: fotografia, música e cinema. Haverá uma visita guiada à exposição EL REY, na CAL, às 12h00 ou às 17h30 do dia 22 de Outubro (mediante inscrição – saber mais aqui). O documentário EL REY vai ser exibido no dia 24 de Outubro (19h00, CAL).

Leia a entrevista da CAL a Stefan Lechner.
Leia o press kit do projecto EL REY.
Veja vídeos EL REY no YouTube.

Arroz y frijoles conta como tudo começou: um velho autocarro norte-americano e dois austríacos à procura de música autêntica da América Latina.

Rey de la Carretera conta como, conduzindo directamente e o mais depressa possível para Tijuana (México), Stefan Lechner e Adi Hirzer largaram o que os ligava ao mundo moderno (telemóveis, internet) e confiaram na palavra das gentes locais para encontrarem o caminho.

Horno viejo é dedicada à profundidade e diversidade da música encontrada, que superaram as expectativas de Stefan e Adi. Também excedeu qualquer expectativa a generosidade dos locais e o seu entusiasmo ao ensinar a sua cultura e língua aos dois austríacos.

Gringos é como são apelidados os norte-americanos na América Latina. Stefan e Adi não ficaram surpreendidos quando começaram a ouvir pessoas chamarem-nos desse modo, dado o seu veículo incomum, a sua aparência física e a descrição que fizeram aos locais da sua viagem.

Guadalupe foi inspirada por Stefan e Adi terem encontrado um lado sombrio na viagem: crianças a trabalhar e a vender produtos nas estradas, em vez de estarem na escola.