Diplomatas latino-americanas visitam empresas na Vidigueira

Etiquetas: , , , , , , , ,
___________________________________________________________________________________

A Casa da América Latina e a Câmara Municipal da Vidigueira promoveram nos dias 13, 14 e 15 de abril, uma visita de trabalho ao município da Vidigueira, com o objetivo de apresentar as potencialidades do concelho nos setores agroalimentar, turístico e demais tecido empresarial a embaixadoras e diplomatas latino-americanos da Colômbia, Cuba, Peru, República Dominicana e Uruguai.

O vice-presidente da CAL, Alberto Laplaine Guimarães, felicitou a Câmara Municipal da Vidigueira pelo programa empresarial de grande qualidade, “um dos melhores até hoje” num esforço, reconhecido por todos os embaixadores e diplomatas da América Latina, de mostrar o que de melhor tem este Município, no turismo, empresas e cultura. Informou ainda que este” tipo de programas de visitas empresariais, promovido pela Casa da América Latina, já permitiu descobrir realidades locais de grande potencial económico, e facilitar, com esses contatos, futuras realizações de negócio”, que é o que se pretende nestes dias destacou.

Herdade de Ribafreixo, Cooperativa Agrícola de Vidigueira, Museu Municipal, Adega Cooperativa da Vidigueira, ruínas romanas de São Cucufate, Quinta do Quetzal, Quinta do Carmo e Herdade do Sebroso foram alguns dos locais visitados, numa selecção difícil, efectuada pela autarquia, como reconhece o seu presidente, Rui Raposo, “dado o grande investimento empresarial feito neste últimos tempos no nosso concelho, seja no sector dos vinhos, que é o principal, azeite, doces, enchidos, queijos e turismo rural e de aventura, a Vidigueira tem muito para oferecer, empresários competentes e dinâmicos, numa região que fica a apenas duas horas de Lisboa”.

“Conhecer é a forma de se fazer negócios com latino-americanos. E vir numa visita organizada como é esta pela Câmara Municipal e Casa da América Latina, facilitando-nos os contactos e estabelecendo relacionamentos com um conjunto de entidades e empresas, num espaço de tempo tão curto e muito valioso e acredito mais duradouro. As empresas que visitamos demonstraram elevada competência e muitas delas já estão internacionalizadas – convido-as a apostarem na Colômbia. Não esquecerei estes dias na Vidigueira. Foi um momento especial e acredito que falo por todos os meus colegas diplomatas. Vidigueira não se esquece!” referiu Carmenza Jaramillo, Embaixadora da Colômbia, durante a visita a Adega Cooperativa da Vidigueira, um dos locais onde foram realizadas provas de vinho e degustada a grande gastronomia alentejana.