Exposição “Visões Simbólicas” de Gerson Fogaça em Maio

Etiquetas: , , , , ,
___________________________________________________________________________________

10 maio a 27 julho
9h30–13h00 / 14h00–18h30
Casa da América Latina (Av. da Índia, 110)

O brasileiro Gerson Fogaça inaugura a exposição de pinturas “Visões Simbólicas” na Casa da América Latina, a 10 de maio, pelas 18h00, e que ficará patente até 27 de julho.

Através da sua obra, Gerson Fogaça tenta mostrar alguns dos muitos, variados e ricos aspetos da vida urbana quotidiana, e os códigos comunicacionais e particularidades que identificam os que a experimentam.

Gerson Fogaça remete para a observação de Paul Valéry: “O artista avança seu corpo, retrocede, coloca e tira alguma coisa, comporta-se com se todo o seu ser fosse olho, e transforma-se totalmente num órgão que se acomoda, deforma, procura o ponto, aquele ponto único que pertence virtualmente à obra profundamente buscada, que não é sempre a mesma que se busca”.

Fortemente vinculado à cidade, enquanto espaço e metáfora constante, Gerson Fogaça encontra em Goiânia uma razão que o acompanha no seu transitar diário e em seus mais íntimos desejos. Mutante, híbrida, umas vezes estranhamente aprazível, e outras vezes dolorosamente agressiva. Tendo conhecido diferentes cidades, da América Latina à Europa, sente que é em Goiânia que tem muito a dizer e a sua obra apresenta-se, como a “narração de um caos”. Gerson Fogaça explora com paixão a sua relação com a cidade. Não pinta as paisagens urbanas ao ar livre, as suas obras carecem de estações e horas do dia, e os motivos dessa paisagem urbana estão colocados numa espécie de encenação.

Gerson Fogaça nasceu na Cidade de Goiás, em 1967, vivendo atualmente em Goiânia. O seu currículo é composto por exposições individuais no Chile, Espanha, Bélgica, Cuba, Argentina e Alemanha.