Exposição “Quasinvisível” de Ozias Filho na CAL

Etiquetas: , , , , ,
___________________________________________________________________________________

De 1 de junho a 27 de julho
Casa da América Latina (Av. da Índia 110, Lisboa)
Entrada Livre

“Quasinvisível” – uma exposição fotográfica do artista brasileiro Ozias Filho, estará patente na sede da Casa da América Latina entre os meses de junho e julho de 2017, numa iniciativa promovida no âmbito da Passado e Presente – Lisboa Capital Ibero-americana de Cultura 2017.

Este é um projeto urbano que assenta em três pilares: arquitetura, vitrines e sinalética vária. Desde 2008 que Ozias Filho fotografa a temática das cidades nestas vertentes, não interessando tanto o lugar onde as imagens foram registadas, pois qualquer um dos instantâneos guarda entre si uma memória de cidade coletiva que, no entanto, não é vista pelos seus atores principais – as pessoas que nascem, definem uma trajetória de vida e morrem na cidade.

“A cidade, lato sensu, o grande cenário, onde cada um de nós representa o seu papel, é sempre visitada como um dado adquirido: abrimos os olhos e olhamos, mas será que exercemos o poder da visão, o poder de encontrar um diferencial nos vários elementos que emergem de uma outra cidade? Não ver a cidade no detalhe, na desconstrução, é não ver o outro? Em nenhuma das imagens feitas ao longo deste período incluí a pessoa física, e por isso o Quasinvisível, pois em tudo se vê a mão do ser humano… a sua representação social, a sua herança e o seu fado”, explica o artista.

Este projeto coordenado pela Casa da América Latina inclui ainda a publicação de um catálogo onde se colocarão em destaque os conceitos e técnicas abordadas nesta exibição.

Consulte aqui o CV e biografia de Ozias Filho.

Onde estamos: