Semana do Uruguai em Portugal em Março

Etiquetas: , , , , , , , , , ,
___________________________________________________________________________________

6 a 15 de março
Palácio Nacional da Ajuda (Largo Ajuda)
FCSH-UNL (Av. de Berna 26 C)
Casa da América Latina (Av. da Índia 110)
Fórum Lisboa (Avenida de Roma, 14 L)
Programa Completo

Mais informações:
Conferência “Poetas Uruguaios e Portugueses” com Rafael Courtoisie
Workshop: “Oportunidades no Setor Agro-Alimentar no Uruguai”
Jornada de Cooperação Médica Portugal – Uruguai

Realiza-se entre 6 e 15 de março a Semana do Uruguai em Portugal, iniciativa organizada pela Embaixada do Uruguai em Portugal, que tem em vista a aproximação das comunidades dos dois países. Entre as várias atividades programadas estão incluídas conferências, mesas-redondas, concertos, recitais, demonstrações de Tango, projeção de filmes, workshops empresariais e degustações gastronómicas.

O primeiro evento tem lugar no Palácio Nacional da Ajuda, a 6 de março, pelas 15h45 – uma conferência com a historiadora Ana Ribeiro denominada “Portugal y Uruguay: fronteras y destinos”, que será complementada pelo concerto da pianista uruguaia Polly Ferman, em homenagem ao Centenário do Tango “La Cumparsita”.

A FCSH-UNL recebe nos dias seguintes (7 e 8) encontros que exploram temas como as marcas da colonização portuguesa na Banda Oriental, a literatura uruguaia, as adaptações teatrais de obras de Mário Benedetti e Horácio Quiroga por encenadores portugueses e as perspetivas históricas da Banda Oriental ao Uruguai. Os alunos da Universidade Pablo Olavide (Espanha) e da Universidade Nova de Lisboa vão ainda interpretar contos e poemas de Cristina Peri Rossi, Eduardo Galeano, Horacio Quiroga e Mario Benedetti num recital de literatura e música uruguaios em espanhol e português. Vai ter lugar na FCSH também uma demonstração de tango com o professor António José Pimenta, precedida de uma apresentação sobre a importância do contributo do Uruguai para a criação e desenvolvimento desta dança.

Na Casa de América Latina realiza-se, no dia 8 de março, pelas 18h00, a conferência do escritor uruguaio Rafael Courtoisie Beyhaut: “Poetas uruguaios e portugueses”. Já no dia 10 de março o dia é dedicado à Economia, com um workshop sobre as “Oportunidades de negócio no sector agro-alimentar no Uruguai”, pelas 15h00. No dia 13, pela mesma hora, realiza-se também nesta associação a Jornada de avaliação da cooperação técnica em torno do Convénio de Cooperação Médica entre Portugal e o Uruguai, com a participação de Solange Gerona, Eduardo Barroso e Embaixadora Luísa Bastos de Almeida.

O Fórum Lisboa vai ser palco da apresentação da Orquestra Latino-Americana no dia 8, pelas 20h00. Esta é integrada por músicos latino-americanos e organizada pela argentina Carla Algeri, contando ainda com participação da pianista uruguaia Polly Ferman.

A 9 de março, 15h30, a FCSH-UNL recebe uma sessão especialmente dedicada ao escritor José Enrique Rodó, que conta com a intervenção de Juan Marchena (Universidade Pablo de Olavide, Espanha), a conferência do poeta uruguaio Rafael Courtoisie Beyhaut: “A obra de José Enrique Rodó” e a projeção do filme uruguaio “Rambleras”, de Daniela Speranza.

Na sala de exposições do Instituto Camões vai ser ainda inaugurada a exposição fotográfica “Ojos del Uruguay”, a 10 de março, incluindo obras de Fede Ruiz Santesteban, Gustavo Allidi Bernasconi, José Risso, Santiago Barreiro e Nancy Horowitz. No dia do encerramento da Semana do Uruguai em Portugal (15), o instituto projeta o filme “Los Modernos”, com a presença da realizadora Marcela Matta.

A Semana do Uruguai em Portugal é organizada pela Embaixada do Uruguai em Portugal, CHAM – Centro d’Aquém e d’Além-Mar, Cumparsita 100 Años, Universidade Pablo de Olavide em Sevilha e Núcleo de Estudos Ibéricos e Ibero-americanos da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (FCSH-UNL), contando com o apoio da Casa da América Latina, Atral, Grupo E.T.E., IPDAL- Instituto para a Promoção e Desenvolvimento da América Latina e Centro de Estudos Comparatistas.