Prémio Literário CAL/Grupo Lena distingue colombiano Juan Gabriel Vásquez

Etiquetas: , , , , ,
___________________________________________________________________________________

Juan Gabriel Vásquez venceu o Prémio Literário Casa da América Latina/Grupo Lena | Criação Literária 2016, que o júri decidiu, por unanimidade, atribuir ao livro “As Reputações” do autor colombiano. Faziam ainda parte da shortlist do júri os autores Paulo Scott, Sérgio Rodrigues e Jorge Franco.

O Prémio Literário Casa da América Latina/Grupo Lena, este ano na sua vertente de Criação Literária, recebeu 47 candidaturas, provenientes de nove editoras, e de autores oriundos da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Cuba e México. O prémio tem o valor de quatro mil euros, que será formalmente entregue em data ainda a definir, em cerimónia a realizar na Casa da América Latina (CAL).

O júri definiu “As Reputações” como «um romance curto, excelentemente escrito, herdeiro de algumas narrativas de Henry James, na construção romanesca e sobretudo na defesa intransigente da ambiguidade jamesiana, questiona o poder e a responsabilidade ética dos criadores de opinião, através da figura de um cartoonista que revisita os últimos 28 anos da sua vida (que mais não é do que uma metáfora da própria Colômbia), remetendo o leitor para questões como: há o direito de, com uma imagem, destruir uma vida? Há limites? (…). Com esta novela, Juan Gabriel Vásquez põe em causa o poder abusivo da reputação e da arrogância que lhe está inerente e apresenta, de forma exemplar, uma reflexão sobre a memória pessoal e a memória coletiva de um país onde, como afirma a personagem, “o esquecimento é a única coisa democrática”». A obra é editada em Portugal pelo grupo Penguin Random House, com tradução de Vasco Gato.

Lançados em 2005, os Prémios de Criação Literária e de Tradução Literária são atribuídos em anos alternados. A organização, composta pela CAL e pelo Grupo Lena, retomou a iniciativa, que conta já com uma década, após uma interrupção no ano de 2013, assumido como principal objetivo o incentivo à edição de obras criativas de autores latino-americanos em Portugal, bem como o estímulo da qualidade das suas traduções.

O Prémio de Criação Literária distinguiu já escritores como Tomás Eloy Martínez (2006, Argentina), Senel Paz (2008, Cuba), Héctor Abad Faciolince (2010, Colômbia) e Manoel de Barros (2012, Brasil).

uiuAutor: Juan Gabriel Vásquez
Título Original: Las reputaciones (2013)
Editora: Penguin Random House
Páginas: 172
Tradutor: Vasco Gato
Sinopse: Javier Mallarino, o caricaturista mais influente do país, é considerado uma lenda viva. Aos 65 anos o prémio que recebe confirma uma vida de êxitos e reverência. No entanto, a presença inesperada de uma mulher na cerimónia de homenagem traz consigo o peso do passado, arrependimentos e ligações obscuras do caricaturista à vida política do país. O passado rebenta no presente e Mallarino vê-se obrigado a pôr em causa o seu trabalho e a sua posição.

“(…) entregava o sobrescrito e regressava à sua vida sem saber bem em que ocupar as mãos, como que desapossado, perguntando-se por que motivo continuava a fazer o que fazia, que efeito real teria a sua caricatura no mundo desfigurado e remoto que começava no rebordo da sua mesa de trabalho, esse precipício de madeira fina.”

Retirado de “As reputações”

“Um aguilhão forrado de mel. A identidade do caricaturista depende das medidas com que misture os dois ingredientes, mas os dois ingredientes terão sempre de lá estar… Não há caricatura se não houver subversão, pois toda a imagem memorável de um político é, por natureza,subversiva: retira o equilíbrio ao solene e denuncia o impostor. Mas também não há caricatura se não houver um sorriso, ainda que seja um sorriso amargo, na cara do leitor…”

Retirado de “As reputações”