Chileno Juan Radrigán encerra ciclo sobre teatro

Etiquetas: , , , , ,
___________________________________________________________________________________

1 de Julho de 2014
19h00
Teatro D. Maria II, em Lisboa
Entrada livre

Juan Radrigán, um dos mais destacados dramaturgos chilenos, estará em Portugal para o encerramento do Ciclo de Conversas sobre Teatro na América Latina, no dia 1 de Julho, às 19 horas, no Salão Nobre do Teatro Nacional D. Maria II.

A sessão terá início com a leitura de um excerto da obra Factos Consumados,  numa tradução de Alberto Piris Guerra (responsável pelo Departamento de Tradução do Instituto Espanhol de Línguas). A peça venceu o prémio de melhor obra do ano pelo Círculo de Críticos de Arte no Chile, bem como o Prémio Municipal de Literatura na área de Teatro (1981). Retrata a opressão do poder sobre os mais fracos durante o governo militar do Chile. A leitura está a cargo dos actores da companhia residente do Teatro Nacional D. Maria II. Segue-se uma conversa com o dramaturgo, moderada pela actriz e encenadora Natália Luiza.

Vencedor do Prémio Nacional de Artes da Representação e Audiovisuais em 2011, Juan Radrigán é um impulsionador do teatro popular chileno. Está ligado ao teatro desde 1979, ano em que apresentou a sua primeira obra, Testemonios de las Muertes de Sabina. Hechos Consumados (1981), El toro por las astas (1982), Made in Chile (1984), El Pueblo de mal amor (1986), La contienda humana (1988) e El encuentramiento (1996) são algumas das suas obras mais relevantes.

Os seus textos falam essencialmente da marginalidade social no contexto político, económico e cultural da ditadura chilena. Radrigán distingue-se por ter sido o primeiro a introduzir marginalizados e indigentes como personagens principais das suas obras.

O Ciclo de Conversas sobre Teatro na América Latina é uma iniciativa da Casa da América Latina em colaboração com o Teatro Nacional D. Maria II, o Centro de Estudos de Teatro da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e a Associação Portuguesa de Críticos de Teatro.