CAL assina protocolo com Fundação Saramago

Etiquetas: , , , ,
___________________________________________________________________________________

A Casa da América Latina e a Fundação José Saramago (FJS) assinaram no dia 12 de Novembro de 2013 um protocolo de intenções para a realização de actividades conjuntas. O acordo foi assinado pelo Presidente da Comissão Executiva da CAL, António Costa, e pela Presidente da FJS, Pilar del Río.

Na cerimónia, António Costa congratulou-se com a formalização do acordo e considerou a CAL e a FJS “duas instituições muito importantes na cidade”, dois “pontos de encontro” para os habitantes de Lisboa. O também Presidente da Câmara Municipal de Lisboa salientou o pendor cultural da CAL e os pontos comuns, culturais e históricos, entre os países ibéricos e os da América Latina. “Se houve alguém que procurou essa aproximação foi José Saramago”, concluiu.

Por sua vez, Pilar del Río lembrou a “paixão” de Saramago pela América Latina, e o Hemisfério Sul em geral, para afirmar que “conhecermo-nos é o nosso destino”. A Presidente da FJS mostrou-se satisfeita com as “pontes que vamos construindo”, aproximando as duas instituições, e disse desejar que a CAL e a FJS continuem a “caminhar juntas”.

O protocolo assinado visa a realização conjunta de actividades que, no âmbito dos respectivos objectivos estatutários, incidam nas áreas da cultura, da ecologia, da sociologia e dos direitos humanos, bem como a colaboração de cada parte em iniciativas da outra parte nas áreas referidas.

Criada em 2007 por José Saramago, a FJS é uma instituição de natureza cultural que, além de promover as literaturas de expressão portuguesa, tem entre os seus objectivos a defesa dos direitos humanos e a preservação do ambiente. Por razões sentimentais, a América Latina sempre mereceu a José Saramago um especial interesse sob o ponto de vista cultural e humano.