Oscar Moscariello“Faz parte do ADN dos portugueses sair adelante! Serem os primeiros”

Etiquetas: , , ,
___________________________________________________________________________________

“Faz parte do ADN dos portugueses sair adelante! Serem os primeiros” afirmou Oscar Moscariello, Embaixador da Argentina em Portugal, na intervenção de abertura do Seminário “Argentina Oportunidades de Negócios” organizado pela Embaixada da Argentina, com o apoio do Banco BBVA e AICEP, no dia 11 de julho.

“A 28 de junho tivemos notícia de um acordo histórico, Mercosul/União Europeia, o mais importante dos últimos tempos para América Latina. Por isso os empresários portugueses devem estar atentos e preparar-se desde já para aproveitar estas novas oportunidades que se antevêem. Este acordo pretende promover o desenvolvimento económico, corrigindo assimetrias entre estes dois blocos, através da eliminação das barreiras aduaneiras, e isso beneficiará, no meu entender, principalmente as PMES”, continuou.

“Portugal foi o 1º país no mundo a reconhecer a independência da Argentina, por isso as nossas ligações são fortes e antigas, contudo os resultados ao nível do intercâmbio comercial não são os melhores. E é isso que temos de corrigir. A CLACI – Câmara Luso-Argentina de Comércio e Indústria promove com a NERLEI – Associação Empresarial da Região de Leiria uma missão à argentina em Novembro, após as eleições, pois estamos certos que este país continuará a ser um grande desafio para as empresas portuguesas”, referiu Mário Rodrigues, presidente da CLACI.

Rodolfo Lucero, Conselheiro da Embaixada da Argentina, referiu ainda a confiança e a criação de um ambiente de negócios favorável, como um dos principais objetivos  traçado nos últimos anos, a par de um conjunto de investimentos lançado para todos os sectores de mais de 300 mim milhões de dólares.  Mas foi Juan Pablo Correia, director da Algardata, uma empresa portuguesa de tecnologia, sedeada em Loulé, com mais de 30 anos no mercado, presente em Portugal, Espanha e Argentina, que nos explicou o “código de negócios” neste país e a importância do talento e competência dos recursos humanos, num setor que trabalha com tecnologia e portanto necessita de recrutar localmente. “E na Argentina há muito boas universidades, o povo argentino tem uma mentalidade de fácil relacionamento e está tudo por fazer. A empresa que dirijo, neste momento, tem na Argentina o seu Hub para a América Latina e estamos muito satisfeitos. E a assinatura de um grande contrato com os supermercados Walmart é prova disso ”, afirmou.