António Costa em visita ao Brasil

Etiquetas: ,
___________________________________________________________________________________

O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, iniciou uma visita de quatro dias ao Brasil em São Paulo, na qual segue um programa económico e cultural, que inclui uma receção promovida pelo recém-empossado presidente brasileiro, Michel Temer.

O primeiro-ministro afirmou, em declarações à agência Lusa, que as relações luso-brasileiras não podem ser condicionadas pelos processos políticos internos de cada um dos países, salientando que ambos os países já acolheram exilados em períodos de ditadura.

António Costa avançou ainda que Portugal vai lançar duas missões de captação de investimento (uma política e outra empresarial) nas principais cidades brasileiras, defendendo que há ainda muitas potencialidades económico-financeiras por explorar. “Portugal e o Brasil não se podem conformar com a relação económica que têm”, garantiu, concedendo que “tem havido uma melhoria nos últimos 20 anos”. No entanto, o primeiro-ministro acredita que “ainda há muito para avançar. O Brasil é só o nosso décimo destino exportador e é o nosso 11º fornecedor. Tudo justifica que tenhamos uma relação económica em ambos os sentidos bastante mais forte”.

A receção precede a cerimónia de abertura dos Jogos Paralímpicos, no Rio de Janeiro, cidade onde António Costa terminará a sua visita. Acompanhado pelo ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, vai se deslocar ainda ao Parque de Ibirapuera para participar na inauguração da Bienal de Arte de São Paulo, que conta com uma forte presença portuguesa.

“Vai ser um grande momento de presença da cultura portuguesa. Um momento que acontece poucos meses após a Experimenta Design ter levado a cabo uma iniciativa também em São Paulo e contribuiu para dar uma visão do Portugal moderno, que nem sempre está presente no Brasil”, referiu o primeiro-ministro.