Yolanda Pantin e Antonio Deltoro vencem Prémio Poetas do Mundo Latino

Etiquetas: , , , , ,
___________________________________________________________________________________

A poeta venezuelana Yolanda Pantin e o mexicano Antonio Deltoro são os vencedores do prémio Poetas do Mundo Latino Víctor Sandoval 2015.

Em declarações à imprensa, a presidente do Seminario de Cultura Mexicana (responsável pela atribuição do prémio) Silvia Molina descreveu Pantin como “uma das poetas mais reconhecidas na Venezuela, com um discurso firme e de uma subtileza extraordinária”. Silva Molina enalteceu ainda a “voz muito própria” de Antonio Deltoro, que considera ser “um mestre para poetas de várias gerações”.

Yolanda Pantin nasceu em Caracas em 1954. Publicou vários ensaios, livros infantis, mas foi na poesia que se destacou. Já editou mais de uma dezena de títulos poéticos, como por exemplo Los bajos sentimientos (1993), Poemas huérfanos (2002) y 21 caballos (2011). Passou por Lisboa em 1994, o ano em que a cidade foi escolhida para Capital Iberoamericana da Cultura no quadro da UCCI.

Já Antonio Deltoro, nascido em San Juan no ano de 1947, esteve em Portugal mais recentemente, ao abrigo do Seminário de Tradução de Poetas Vivos que decorreu na Fundação da Casa de Mateus, no ano de 2000. Escreve desde os onze anos e vê a poesia como “uma maneira de darmos conta que estamos vivos”. Algarabía inorgánica (1979), Los días descalzos (1992), Balanza de sombras (1996) y Los árboles que poblarán el Ártico (2012) são algumas das obras mais conhecidas do poeta mexicano.