Secretário de Estado da Internacionalização visita Brasil com saneamento e acordo UE-Mercosul em foco

Etiquetas: , ,
___________________________________________________________________________________

A visita, que teve a duração de cinco dias, iniciou-se no dia 24 de maio, ocasião em que o secretário de Estado português, Eurico Brilhante Dias, se encontrou, entre outros, com o ministro do Desenvolvimento Regional brasileiro, Rogério Marinho, com quem participou num seminário dedicado às oportunidades nas áreas da construção, gestão de água e saneamento no Brasil.

“Tenho-me empenhado juntamente com o setor da água, do saneamento, dos resíduos, em fazer uma aproximação ao mercado brasileiro. Numa das minhas primeiras visitas, o Ministério do Desenvolvimento Regional mostrou uma grande ambição do ponto de vista do saneamento e do abastecimento de água”, explicou Brilhante Dias, em declarações à agência Lusa, em Brasília.

“Na questão dos resíduos, em particular da reciclagem, há um espaço de progressão imenso, e isso num setor onde Portugal, depois de todo o desenvolvimento que tivemos nos últimos 25 anos, tem competências que exporta“, acrescentou.

“O nosso sistema Ponto Verde, e que diz respeito à forma como a indústria financia o processo de reciclagem, é um caso de estudo e, portanto, nós temos aqui oportunidades e condições de participar com valor acrescentado e com conhecimento“, precisou.

No seminário, que funcionou em formato híbrido, virtual e presencialmente, participaram várias empresas e associações portuguesas, como a Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN), a Smart Waste Portugal, a Parceria Portuguesa para a Água (PPA), a Associação das Empresas Portuguesas para o Sector do Ambiente (AEPSA) e a Associação Portuguesa de Projetistas e Consultores (APPC), segundo a agenda oficial da visita.

No segundo dia da visita, ainda em Brasília, Brilhante Dias reuniu-se com o ministro das Relações Exteriores do Brasil, Carlos França, com quem abordou, entre outros temas, a Presidência Portuguesa do Conselho da União Europeia e a conclusão do Acordo de Comércio Livre entre a União Europeia (UE) e o Mercosul (Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai).

Notícia completa: Observador