Presidente da República faz visita inédita a Cuba

Etiquetas: , , , ,
___________________________________________________________________________________

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, encontrou-se com o chefe de Estado cubano, Raúl Castro e com o líder histórico cubano Fidel Castro, em Havana, durante a sua visita de Estado a Cuba, que decorreu entre 25 e 27 de outubro.

O chefe de Estado afirmou que “há um mundo de projetos possíveis” de empresas portuguesas para Cuba, no turismo, construção e energias renováveis, que somam “milhões de euros” e que o Estado cubano acompanha “com interesse”. Adiantou ainda que existe um projeto para a Zona de Desenvolvimento Especial de Mariel “que é mais avançado, de materiais de construção e construção”.

No dia 26 de outubro, o Presidente da República visitou o centro histórico de Havana, acompanhado pelo historiador Eusebio Leal, responsável pela reabilitação desta área da capital cubana. No mesmo dia, visitou também uma creche da organização não-governamental católica Padre Usera e inaugurou uma biblioteca de língua portuguesa com o nome do escritor português Eça de Queirós.

Ficou ainda a cargo do presidente o encerramento do fórum empresarial organizado pela AICEP que antecede a 34ª Feira Internacional de Havana (FIHAV), que pela primeira vez terá um pavilhão dedicado em exclusivo a Portugal. Recebido com honras militares pelo Presidente do Conselho de Estado e do Conselho de Ministros de Cuba, Raúl Castro, reuniu-se com o mesmo, seguindo-se um jantar oficial no Palácio da Revolução.

No dia 27 de outubro, o chefe de Estado visitou a fábrica de charutos Cohiba e fez uma intervenção na conferência sobre “Portugal e a América Latina” na Universidade de Havana. Marcelo Rebelo de Sousa esteve também presente numa receção a emigrantes portugueses e de outros países lusófonos e visitou uma exposição de filigrana portuguesa.

A passagem do Presidente da República pela América Latina incluiu ainda uma passagem pela Colômbia, onde participou, em conjunto com o primeiro-ministro, António Costa, na 25ª Cimeira Ibero-Americana em Cartagena da Índias, e terminou em Brasília, onde decorreu a cimeira da CPLP.