Clássicos da poesia brasileira em ciclo no CCB

«Garrett incitou os poetas do Brasil a libertarem-se dos modelos europeus. E a verdade é que a partir do Parnaso Brasileiro (1829-1932) de Januário da Cunha Barbosa, por sinal inspirado pelo Parnaso Lusitano (1826), começou a ser mais notório o “abrasileiramento” poético» – Arnaldo Saraiva

Partilhe:

Paco Ibáñez canta poetas latino-americanos

He brings to us in his songs the words of Alfonsina Storni from Argentina, César Vallejo from Peru, Pablo Neruda from Chile, Nicolás Guillén from Cuba, and Rubén Darío from Nicaragua.

Partilhe:

Leituras Internacionais em Lisboa sobre Pessoa

Com o poeta colombiano Armando Romero como convidado. Segue-se um poema do autor.

Partilhe:

“Um país que sonha” (cem anos de poesia colombiana)

Um país que sonha – Primeira antologia de poesia colombiana publicada em Portugal

Partilhe:

Poesía Contemporánea del Ecuador

Poesía Contemporánea del Ecuador

Partilhe:
1 13 14 15