Balanço da área económica e empresarial da Casa da América Latina

Etiquetas: , ,
___________________________________________________________________________________

Ano Novo, casa nova. Esse foi o lema de 2016 que se concretizou. 2016 foi o ano em que a CAL se mudou para uma nova (e maior) sede, a Casa das Galeotas – assim é conhecido o espaço aberto desde 30 de setembro, que é partilhado com a UCCLA – União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa – e que marca uma nova etapa na vida da Casa da América Latina e de cada um dos seus trabalhadores, associados, parceiros e amigos.

O balanço das atividades da área empresarial e económica da CAL reflete uma visão mais personalizada e próxima da realidade de cada um dos países latino-americanos, nossos associados. Mercados novos para as empresas portuguesas que pretendem diversificar os seus processos de internacionalização, afastando-se de mercados tradicionalmente mais procurados, como os europeus e africanos.

A área empresarial e económica organizou e participou em seminários, encontros, missões empresariais e reuniões com o objectivo de facilitar contactos e aumentar os casos de sucesso das empresas portuguesas nesses mercados, para além de estreitar o relacionamento institucional com as embaixadas e agências de investimento e promoção desses países, tentando captar investimento para Portugal, mas também promovendo os produtos esses países no nosso país.

Assim, na prossecução desses objetivos a CAL participou na organização da Semana de Portugal no Uruguai, promovida pela Câmara de Comércio Portugal Atlântico-Sul e Embaixada de Portugal no Uruguai e Embaixada do Uruguai em Portugal e na missão empresarial que a integrou, com a Fundação AIP, CCPAS e Câmara de Comércio Uruguaio-Portuguesa (CCUP). A “internacionalização” da CAL continuou com a missão e presença em Feira Panamá Food Show 2016 e Feira Educa 2016 também nesse país, em parceria com a Embaixada do Panamá em Portugal organização InovCluster – Associação do Cluster Agro-Industrial do Centro e Embaixada de Portugal no Panamá.

A CAL apoiou ainda a organização de duas missões ao Chile e Argentina, uma promovida pela Fundação AIP e Câmara de Comércio Portugal Atlântico-Sul com 10 empresas e outra com a Associação Comercial e Empresarial da Beira Baixa (ACICB), Câmara Municipal de Castelo Branco e InovCluster – Associação do Cluster Agro-Industrial do Centro que levou 23 empresas a esses dois países.

Voltámos a Matosinhos e à JP Inspiring Knowledge, com a Rede Virtual Educa e com uma delegação de 22 responsáveis pelos Planos Tecnologicos na setor da educação na América Latino, em reunião com os Embaixadores Latino-americanos.

Continuámos o trabalho de promoção do sector agro-alimentar realizando Workshops, sobre produtos chilenos e panamianos, com importadores no Mercado Abastecedor da Região de Lisboa.

Esta área terminou o ano de 2016 com cerca de 30 eventos realizados, com dezenas de parceiros empresariais e institucionais, em diferentes zonas do país. Em 2017 pretendemos fazer mais e melhor com os nossos associados, amigos e todos aqueles que quiserem trabalhar pela América Latina e por Portugal.

A Secretária-Geral da Casa da América Latina
Manuela Júdice