Cultura nacional divulgada no Uruguai

Etiquetas: , ,
___________________________________________________________________________________

Nem a chuva, nem os tornados retiraram brilho, ou afastaram público da Semana de Portugal no Uruguai que inaugurou formalmente na intendência municipal de Colonia no dia 16 de abril, apresentando uma intensa programação cultural que se estendeu por Colonia del Sacramento, Montevideu, Punta del Este, Rivera e San Carlos.

No dia anterior tinha já sido inaugurado o mural do artista plástico português Vhils (Alexandre Farto), no porto de Punta del Este. A obra constitui uma composição que “pretende representar uma pessoa local, não sendo, porém, ninguém em particular”, segundo o artista, de forma a que “cada um veja aquilo que quer”, num muro que se pretende “humanizado”.

Ao lançamento da Semana seguiu-se um concerto de música portuguesa de Andrés Stagnaro. Em Montevideu, o sociólogo Boaventura Sousa Santos, apresentou a conferência denominada “Epistemologias del Sur: para un nuevo ciclo constituyente en tiempos de fascismo societal”, na Faculdade de Ciências Sociais da Udelar. O escritor Valter Hugo Mãe, um dos principais nomes da literatura portuguesa contemporânea, apresentou também uma conferência na Faculdade de Humanidades e Ciências da Educação da Udelar, no dia 19 de abril.

Em San Carlos atuou, no dia 18, o grupo de danças “Los Azoreños” da Casa dos Açores do Uruguai, e foi apresentada a peça de teatro “Sus ojos se cerraron” de Dino Armas, no Teatro Sociedad Unión de San Carlos. Em Rivera, no dia 21, a cultura portuguesa esteve presente em pleno centro histórico, através da atuação do grupo de danças portuguesas Rancho Folclórico e Etnográfico Alma Lusa do Centro Cultural Português de Ijuí, tendo-se realizado ainda a Inauguração da mostra “Olhar fronteiriço à cultura portuguesa”.

O Rancho Folclórico Português “Raízes de Portugal”, atuou na Casa de Portugal em Montevideu, no dia 24 de abril, local onde se realizou ainda um almoço por ocasião da celebração do Dia da Liberdade – “Revolução dos Cravos”, com a presença da Secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Teresa Ribeiro que, emocionada, elogiou o dinamismo da instituição e o trabalho empenhado e competente dos seus quadros dirigentes, como o Comendador Luís Panasco, fundamentais para o sucesso da Semana de Portugal e da Missão empresarial, numa sinergia perfeita entre as diferentes gerações de luso-descendentes. Referiu também o dinamismo de toda a equipa da Embaixada de Portugal no Uruguai, crucial no acompanhamento e definição da programação cultural.

No dia 25 de abril, a conferencia “Los nuevos desafíos de la cooperación para el desarrollo” na Universidad ORT, contou também com a intervenção de Teresa Ribeiro, Secretaria de Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação. A secretária de estado esteve presente também na inauguração da mostra cartográfica “Portugal en la Región Platina, siglos XVIII y XIX”, no Palacio Santos, em conjunto com a homónima Nin Novoa, e na inauguração de um painel inédito de azulejos portugueses de Jorge Colaço e respetiva mostra fotográfica de homenagem a Eduardo Nery, no Museo del Azulejo.

A Susana Travassos coube encerrar a Semana de Portugal no Uruguai com um concerto de fado no Teatro Solís no dia 27, em Montevideu. A cantora apresentou um repertório de fados antigos de Amália Rodrigues, uma canção de Zeca Afonso e um poema de Fernando Pessoa musicado. Em Colonia procedeu-se à entrega de prémios do concurso de ensaios sobre Portugal, ação que contou com a presença de Carlos Moreira, intendente municipal, e da secretária de estado portuguesa Teresa Ribeiro.

A Semana de Portugal no Uruguai, evento organizado pela CCPAS e pela CCUP, contou com o apoio determinante de instituições como a Casa da América Latina (CAL), o Ministério dos Negócios Estrangeiros português, o Ministério de Relaciones Exteriores do Uruguai e o Instituto Camões.