FESTin 2016 destaca cinema brasileiro

Etiquetas: , ,
___________________________________________________________________________________

A Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), que celebra duas décadas de existência este ano, é a protagonista da 7ª edição do Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa (FESTin), a realizar-se entre os dias 4 e 11 de maio, no Cinema São Jorge, Lisboa.

O programa do evento, apresentado dia 12 de abril na capital, conta com 74 filmes (11 longas-metragens, 6 documentários e 20 curtas-metragens) que partilham a mesma língua, com o objetivo de fomentar a interculturalidade, a inclusão social e o intercâmbio cultural entre os países da CPLP.

O Brasil é o país com a maior representação no festival, mas o FESTin 2016 vai exibir obras dos oito países de língua portuguesa (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Timor) e organizará ainda uma sessão de leitura com contos tradicionais que incluem a mais recente aquisição da CPLP – a Guiné Equatorial.

O festival arranca com “Cartas de Amor são Ridículas”, inspirado num poema de Fernando Pessoa, da realizadora brasileira Alvarina Souza e Silva. Entre as longas metragens brasileiras em competição nesta edição destacam-se “A História da Eternidade”, de Camilo Cavalcante e “Ausência”, de Chico Teixeira, que se estreou no Festival de Berlim, e na categoria de documentários, o brasileiro “Central”, de Tatiana Seger e Renato Dorneles.

Os bilhetes para o festival estão à venda na Ticketline e na bilheteira do Cinema São Jorge e têm um custo de 3 euros (bilhete normal) e 2,50 euros (até 25 anos e maiores de 65 anos).

Mais informações em: http://festin-festival.com/.