Ministro do Comércio e Indústria do Panamá em visita à região de Lisboa

Etiquetas: , , ,
___________________________________________________________________________________

“A Sonae é o maior empregador de Portugal, criámos um Clube de Produtores que já tem mais 267 membros e 3,2 milhões de portugueses têm Cartão Continente. Temos uma relação privilegiada com cada um dos nossos clientes e o nosso sucesso está em eleger a inovação como o lema da empresa” refere Raquel Freire, directora de Exportação do Sonae Modelo Continente, na apresentação e visita efectuada ao Cascais Shopping, no passado dia 18 de novembro, à delegação panamense chefiada pelo Ministro do Comércio e Indústria do Panamá, Meliton Arrocha.

“Franchising é uma boa opção para entrarem no Panamá, por exemplo, através do modelo de gestão Meu Super ou mesmo com as vossas marcas próprias” adiantou o Meliton Arrocha que, comentou, “se estão em 52 países no mundo e ainda não tem relacionamento com o Panamá, estão a perder o contacto com a maior plataforma de distribuição para a América Latina. Plataforma que pode distribuir os produtos portugueses e pode igualmente receber alguns produtos panamenses, como ananás, queijo e outros”.

A delegação seguiu para Câmara Municipal de Cascais onde o seu presidente, Carlos Carreiras os esperava ladeado pelo Presidente da Associação Empresarial de Cascais, Armando Correia e empresários da região como Charles Lindley que vendeu os faróis que estão colocados à entrada do canal do Panamá e são o primeiro elemento de apoio à navegação visionado por quem chega por mar a este país. “Os portugueses têm todas as possibilidades e experiência para competir em vários sectores no Panamá e também no das obras públicas. A associação a uma empresa local é efectivamente importante e a solução ganhadora, mas não é obrigatória. Os benefícios fiscais para a instalação de empresas, a ligação direta através da TAP, os investimentos no setor imobiliário ou no setor energético (gaz), exploração de minas de cobre, são oportunidades que os empresários portugueses e concretamente de Cascais não devem deixar de aproveitar” concluiu.

O dia terminou na Câmara Municipal de Lisboa onde Fernando Medina, presidente da autarquia e da Casa da América Latina recebeu a delegação, adiantando que Lisboa também é uma plataforma para a Europa e os países e as cidades têm tudo a ganhar com o conhecimento e criação de novas sinergias” referiu enquanto se debatia o ambiente político único vivido nesses dias, algo que muito interessou ao deputado e actual Ministro do Comércio e Indústria do Panamá.

Galeria de fotos: Câmara de Cascais
Galeria de fotos: Sonae