“Estar na América Latina é fundamental”

Etiquetas: , , , ,
___________________________________________________________________________________

[Testemunho de Luis Febra, director executivo Grupo Socem]

Para nós no Grupo Socem, fundado em 1986 (ano em que Portugal integrou o grupo de países da comunidade Europeia), o mercado internacional é desde o primeiro dia a base do desenvolvimento do nosso negócio.

Num sector muito competitivo, onde a indústria automóvel absorve quase 90% da nossa capacidade, é importante estarmos presentes no mercado global.

Desde a nossa fundação – e porque nunca existiu um verdadeiro mercado interno para o nossos produtos –, olhar para o mundo como oportunidade terá sido sempre o centro da nossa estratégia. É por isso que assinamos como “GLOBAL MOLD NETWORK SOLUTIONS”

Inovar nas soluções e nas parcerias é um factor de sucesso das nossas indústrias. A dinâmica dos mercados e a presença dos nossos clientes nos quatro cantos do mundo impele-nos a acompanhá-los e a investir na sua proximidade, proporcionando os nossos serviços localmente.

Presentes no Brasil desde 2001 com uma fábrica de produção de moldes, assistimos a um elevado desenvolvimento do mercado local e do mercado da América Latina em geral. Se estes países eram até então caracterizados por fraca procura, tornaram-se ao longo dos últimos anos em mercados com uma procura acentuada e mais exigente ao nível da qualidade dos produtos e serviços.

Estarmos focados na América Latina é algo que entendemos como fundamental para o nosso negócio, pois o mesmo representa cerca de 15% das nossas exportações a partir de Portugal e contribui com cerca de 25% para a nossa produção global.

Estarmos expostos aos mercados internacionais contribuiu para reforçar a nossa capacidade competitiva. O mercado internacional é muito amplo e a concorrência internacional é mais feroz, pelo que a conjugação de oportunidades e ameaças permitiu-nos entender melhor as diferenças culturais e tecnológicas dos vários mercados, ajudando-nos adequar a nossa oferta a cada um deles. Por outro lado, fez-nos também perceber as nossas fraquezas e a preparamo-nos melhor para competir no mercado global.

Resultante da nossa orientação e exposição aos mercados internacionais, o Grupo SOCEM e os moldes Portugueses gozam hoje do prestígio de estarem entre os melhores do mundo. Através da nossa cultura de inovação, estamos a aproveitar as oportunidades crescentes no México onde iremos instalar a nossa sexta fábrica, a segunda na América Latina.