Clássicos da poesia brasileira em ciclo no CCB

«Garrett incitou os poetas do Brasil a libertarem-se dos modelos europeus. E a verdade é que a partir do Parnaso Brasileiro (1829-1932) de Januário da Cunha Barbosa, por sinal inspirado pelo Parnaso Lusitano (1826), começou a ser mais notório o “abrasileiramento” poético» – Arnaldo Saraiva