CAL Economia: Abril de 2013

Novos desafios da Mota-Engil para 2015

Em exclusivo para a CAL Economia, o Presidente da Mota-Engil América Latina, Carlos Mota Santos, descreve a evolução da presença da empresa na América Latina e demonstra a importância da região para o grupo.

Embaixadores em Beja por novos negócios

No dia 22 de março, a região de Beja recebeu mais uma ronda de reuniões e visitas organizadas pela Casa da América Latina e a AIP-CCI, tendo como organizador local a Associação Empresarial do Baixo Alentejo e Litoral (NERBE-AEBAL).

CAL e Mota-Engil com Embaixadores em Amarante

A CAL e o seu associado Mota-Engil organizaram em Amarante, nos dias 8 e 9 de março, uma jornada de trabalho com os Embaixadores do Chile, Cuba, Equador, México, Paraguai, Panamá e a Conselheira Económica do Brasil.

Como fugir à armadilha da extração de recursos

A Americas Quarterly publicou (em língua inglesa) uma longa reportagem sobre a extração de recursos naturais na América Latina. A revista considera que os investidores e os governos têm melhorado na gestão dos recursos.

Que reformas económicas para combater a crise?

Relatório (em língua espanhola) do Banco Interamericano para o Desenvolvimento fornece pistas para governos e empresas tentarem fortalecer as suas estratégias de crescimento no atual período de abrandamento económico.

Desenvolvimento sustentável na América Latina e no Caribe

Relatório da CEPAL e da Organização das Nações Unidas descreve a trajetória das economias latino-americanas no contexto da agenda da ONU para o desenvolvimento sustentável pós-2015.

PNUD coloca Chile no topo do Índice de Desenvolvimento Humano

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento divulgou o seu relatório anual, no qual coloca o Chile como o país latino-americano com a melhor classificação. O país ocupa a posição 40 a nível mundial.

Economia digital vale mais de 3% em alguns países da América Latina

A CELAC divulgou um relatório em que anuncia ter já chegado a 3,2% o peso da economia digital na globalidade das transações económicas na Argentina, Brasil, Chile e México, os países que ocupam o topo do ranking.

Panorama do investimento espanhol na América Latina

Documento da IE Business School dá conta de que a região tem colmatado as perdas obtidas pelas empresas espanholas no mercado doméstico e está mesmo, em muitos casos, a tornar-se dominante no conjunto da faturação.

SEGIB pede maior redução da pobreza na região

O líder da Secretaria-Geral Iberoamericana, Enrique Iglésias, alertou para o perigo da “euforia” decorrente do crescimento económico na América Latina e pediu maior atenção para os ainda elevados níveis de pobreza.