Entrega do Prémio Científico Mário Quartin Graça

Etiquetas: , ,
___________________________________________________________________________________

9 de dezembro
17h30
Casa da América Latina

No próximo dia 9 de dezembro, a Casa da América Latina recebe a cerimónia da atribuição do Prémio Científico Mário Quartin Graça 2021, que este ano assinala a sua 12ª edição, e que resulta de uma parceria entre a CAL e o Banco Santander.

São três as categorias distinguidas anualmente para as melhores teses de doutoramento realizadas em Portugal e na América Latina: Ciências Sociais e Humanas, Ciências Económicas e Empresariais e Tecnologia e Ciências Naturais.

Na categoria de Ciências Sociais e Humanas venceu Eduarda Barata, de nacionalidade portuguesa, com a tese “A retórica do poder em Dinossauro Excelentíssimo de José Cardoso Pires e El Otoño del Patriarca de Gabriel García Marquez”, apresentada na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa.

Segundo o júri, trata-se de um trabalho de “grande mestria e originalidade” que resulta num “importante contributo para o estudo literário de uma série de temáticas de grande atualidade: o autoritarismo, a ditadura e a violência”.

Na categoria de Ciências Económicas e Empresariais venceu Carla Kitsuta, de nacionalidade brasileira, com a tese “Engajamento Corporativo com Startups: Ambiente de Negócios, Capacidades em Gestão da Inovação e Modos de Engajamento”, apresentada e defendida na Universidade Estadual de Campinas.

Segundo o júri, trata-se de um trabalho de investigação que “explora a influência do ambiente de negócios, das capacidades de inovação e das estratégias das empresas na adoção de modos de relacionamento específicos das empresas com startups”.

Na categoria de Tecnologia e Ciências Naturais venceu Taina Fonseca, de nacionalidade brasileira, com uma tese apresentada na Universidade do Algarve com o título “Environmental Risk Assessment and Toxicity of Pharmaceuticals in Coastal Tropical and Temperate Organisms”.

Segundo o júri, este trabalho de investigação estudou os contribui “de forma relevante para a redução do impacto ambiental e a sustentabilidade do planeta”.

O Prémio, que tem um valor pecuniário de 3000 euros, será entregue aos vencedores pelo Presidente da Câmara de Lisboa, engenheiro Carlos Moedas, que marcará presença na cerimónia.