A Transformação Digital no Brasil. Áreas de cooperação com a União Europeia

Etiquetas: , , ,
___________________________________________________________________________________

O Brasil atingiu um grau muito elevado de digitalização, não só na esfera privada, mas também no setor público, com uma transformação importante nos últimos anos, acelerada durante a pandemia Covid-19, através de uma ambiciosa Agenda Digital. Precisamente a promoção da digitalização é uma das prioridades da União Europeia e a cooperação nesta matéria com um país tão relevante como o Brasil, um dos principais motores da América Latina, é substancial no reforço das relações entre estes dois parceiros estratégicos. E um dos melhores exemplos de cooperação digital é o EllaLink Submarine Cable, inaugurado a 1 de junho de 2021, abrindo uma rota transatlântica única para a transmissão de dados entre os dois continentes, por meio de uma conectividade segura de alta capacidade, para atender às crescentes necessidades dos mercados da América Latina e Europa. A sua implantação e as consequências económicas, comerciais e sociais nessas duas grandes regiões foram tema do Seminário intitulado “A Transformação Digital no Brasil. Áreas de cooperação com a União Europeia. O Cabo EllaLink”, promovido pela Casa da América Latina e a Fundación Euroamerica. 

“A transformação digital na sua dimensão social tem um impacto muito para além da maneira como fazemos negócios, tem impacto na forma como nos relacionamos uns com os outros e na forma como interagimos em sociedade”, referiu Eurico Brilhante Dias, Secretário de Estado da Internacionalização de Portugal. “A combinação entre o Cabo, o Data Centre, alimentados a energia renovável (solar) é a combinação que nos permite estar nas duas transformações, a digital e a verde, em simultâneo, permitindo-nos colocar Portugal no desenvolvimento de negócios, no armazenamento e tratamento de dados, aumentando também a eficácia no setor da investigação científica, permitindo-nos aumentar a cooperação, também nesta área, com o Brasil. E a ser capazes de continuar, com as nossas duas línguas, o português e o espanhol, a produzir ciência, cultura e a desenvolver negócios frutuosos para ambas as partes,” destacou.

“O Brasil passa por um período de expansão na sua infraestrutura de telecomunicações, sendo a quinta maior população online do mundo, a terceira em horas online, mas também tem um dos maiores tempos de watch de YouTube do mundo, sendo um dos países que mais faz downloads de aplicativos. Uma nação orientada para o digital, onde 81% dos domicílios têm conexão à internet, seja com banda larga fixa ou banda larga móvel e onde existe igualdade de género. No que respeita ao acesso à internet, no Brasil há mais mulheres acedendo à internet que homens, 79.3% são mulheres e raparigas e 77% são homens e rapazes”, salientou Vitor Elísio Góes de Oliveira Menezes, Secretário Executivo do Ministério das Comunicações do Brasil. “Com o Cabo Ella Link e com essa parceria com a União Europeia, abre-se um grande potencial de produção e disseminação de conteúdos digitais, de audiovisual em língua portuguesa e língua espanhola, para todas as regiões da América, Europa, África e Ásia. A Economia Criativa na Economia Digital. Um gateway digital europeu, um elemento chave da década digital da União Europeia”, referiu.

Leia o resumo deste Seminário aqui.