Vila Galé entre as empresas que mais criaram novos postos de trabalho em Portugal

Etiquetas:
___________________________________________________________________________________

Grupo Vila Galé, associado da Casa da América Latina, entre as empresas cujos investimentos devem criar 484 novos postos de trabalho e manter mais de 1.100, anunciou a AICEP.

A Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), tutelada pelo Estado, assinou contratos fiscais de investimento no valor de 141 milhões de euros, esta terça-feira. Entre as entidades beneficiadas estiveram: Vila Galé, João de Deus, Siemens Gamesa, Tryba. Em combinado estes investimentos devem criar 484 novos postos de trabalho e manter mais de 1.100.

A Tryba, SA possui o investimento mais elevado, no valor de 49,3 milhões de euros. A verba deve ser canalizada para “um projeto de investimento conexo com a instalação em Portugal de uma nova unidade fabril, de vanguarda a nível europeu, destinada à produção de janelas e portas de elevada performance em Alumínio, PVC e Pérgulas Bioclimáticas”, refere a AICEP.

O investimento da Tryba deve criar 212 novos postos de trabalho, e deve contar com o auxílio de uma tecnologia, dita inovadora, a nível europeia, recorrendo ao sistema Thermoplastic Space (TPS).

40 milhões de euros mobilizados para novas linhas de produção

Já o projeto da empresa João de Deus & Filhos, SA atinge os 40,7 milhões de euros e prevê a implementação, na fábrica, em Samora Correia, “de duas novas linhas de produção que permitam a industrialização de duas novas tipologias de produtos: (i) chiller para baterias de veículos elétricos; (ii) uma nova gama de intercoolers arrefecido a água constituída por três soluções específicas: WCAC para veículos híbridos plug-in; WCAC para motores de combustão interna baseado em materiais avançados e sem geração de resíduos; e WCAC com novas configurações funcionais e geometrias internas”.

Para este investimento devem ser mantidos mais de 300 postos de trabalho e criados 101 novos empregos, conforme indica a AICEP.

Siemens vai instalar seis novas linhas de produção

A Siemens Gamesa Renewable Energy Blades, SA tem um projeto de investimento, avaliado em 34,9 milhões de euros, para “o aumento da capacidade produtiva da unidade industrial da empresa, envolvendo a instalação de seis novas linhas produtivas para fabrico de novos modelos de pás eólicas, e a implementação de novas tecnologias aplicáveis ao contexto da produção de pás eólicas para aerogeradores, que irão permitir o fabrico de produtos inovadores no mercado nacional e internacional, nomeadamente, uma nova gama de pás eólicas (76 e 83 m de comprimento) para torres eólicas onshore de elevadas dimensões, com uma capacidade entre 5,8 MW e 6,6 MW”.

O investimento deve manter mais de 700 postos de trabalho e criar 100 novos postos de trabalho.

Vila Galé cria duas novas unidades e quer integrar conceito “plastic free”

O investimento da Vila Galé Internacional – Investimentos Turísticos, SA, de 16,4 milhões de euros, inclui a criação das unidades hoteleiras Vila Galé Serra da Estrela e a Vila Galé Alter Real, nos Municípios de Manteigas e Alter do Chão.

Trata-se de uma aposta na diversificação “através da disponibilização de novos segmentos de Turismo de Neve, Turismo de Natureza/Montanha e Turismo Equestre”, refere a AICEP. O projeto tem também por objetivo integrar o “conceito de “plastic free”, em ambas as unidades, o que, aliado à anterior inovação “paper free” torna estes hotéis mais sustentáveis e inovadores”, refere a AICEP.

O investimento deve manter mais de 100 postos de trabalho e criar 71 novos postos de trabalho.

Na cerimónia de assinatura destes quatro contratos de investimento estiveram presentes o primeiro-ministro, António Costa, o ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, a Administradora da AICEP responsável pela área de Investimento e Incentivos, Madalena Oliveira e Silva, e pelos altos responsáveis das respetivas empresas.

Fonte: Empresas investem 141 milhões para criar 484 novos postos de trabalho em Portugal – O Jornal Económico (sapo.pt)