Para quando uma recuperação do turismo?

Etiquetas:
___________________________________________________________________________________

O turismo foi — e continua a ser — um dos setores mais afetados pela pandemia. As quebras de receitas foram astronómicas e os postos de trabalho perdidos consideráveis face à evolução dos resultados até 2019.

De acordo com os números oficiais, verificou-se nesse ano um aumento de emprego no turismo, com um peso de 6,9% na economia nacional (336,8 mil empregos em 2019; dados alojamento, restauração e agências de viagem).

As receitas turísticas aceleraram (+8,1%) e os proveitos globais também (+7,3%), mais do que o aumento de dormidas (+4,1%). Um setor que valia cerca de 15% do Produto Interno Bruto (PIB) português, com a pandemia foi um dos primeiros a cair, mas também a reagir.

No dia em que se comemorou o Dia Mundial do Turismo, o jornal ECO falou com nove profissionais e especialistas deste setor, alguns dos quais associados da Casa da América Latina, para perceber o que esperam do futuro.

Leia a notícia na íntegra: ECO