Taïs Reganelli e Vânia Conde: Travessia – Do Fado à Bossa Nova

Etiquetas: , , , , , ,
___________________________________________________________________________________

15 de outubro
18h30
Jardim da Casa da América Latina
Entrada livre

No próximo dia 15 de outubro, Taïs Reganelli, Brasil, e Vânia Conde, Portugal, cantam clássicos dos seus países de origem. O concerto, que acontece no jardim da Casa da América Latina, far-se-á de emoção, diversão e história.

Chama-se “Travessia” porque faz uma referência à distância continental que separa os dois países, no entanto, há muito ligados através da cultura, da história, e da língua.

Entre temas de Amália Rodrigues, Pedro Homem de Melo, Chico Buarque e Tom Jobim, Taïs Reganelli e Vânia Conde, acompanhadas por Djâmen Farias (guitarra), Zezinho Gotelipe (bateria), Ricardo Parreira (guitarra portuguesa) e Miguel Silva (guitarra clássica), farão um passeio musical pelo universo do fado tradicional, do fado canção, do samba e da bossa nova.

O concerto será nos jardins da Casa da América Latina, pelas 18h30.

Por razões que se prendem com a pandemia, o espetáculo obedecerá a todas as normas de segurança e distanciamento social aconselhadas pela Direção-Geral de Saúde.

Sobre as intérpretes:

Vânia e Taïs conheceram-se em 2019, depois de um convite inusitado feito pela brasileira. Na véspera de um concerto perguntou a Vânia se ela participaria, cantando uma canção. Para sua alegria e surpresa, o convite foi aceite e desde então planeiam um concerto juntas. São grandes entusiastas uma da outra e a troca é sempre muito frutífera.

Taïs Reganelli é brasileira nascida e criada na Suíça até aos 9 anos, viveu quase dois anos na Itália em 1999 e desde o fim de 2017 está em Portugal.

Cantautora de voz aveludada elogiada por Caetano Veloso, possui um trabalho autoral consistente, com quatro álbuns lançados e dois singles/videoclipes lançados em 2019. Também foi elogiada por Jô Soares quando foi ao seu programa.

Durante a sua carreira ganhou inúmeros prémios em festivais e foi indicada duas vezes como cantora revelação e melhor álbum no Prémio da Música Brasileira. A cantora abriu os shows de Toninho Horta, Toquinho, Ivan Lins, Guilherme Arantes, Leila Pinheiro, Maria Gadú. Participou em diversos projetos e festivais de música. Como convidada especial, cantou em dezenas de álbuns.

Além da carreira de cantora e compositora, Taïs mostra versatilidade no teatro e no cinema. Participou em gravações de trilhas sonoras de peças teatrais e curtas-metragens.

Percorreu boa parte do Brasil em turné, bem como a América Latina, América Central e Europa.

Atua como versionista e intérprete de canções infantis de um famoso canal francês do YouTube, tem feito concertos das suas canções originais e durante a pandemia gravou inúmeros vídeos com músicos.

Em 2019, inscreveu-se na cadeira “Como escrever canções” de Adriana Calcanhoto na Universidade de Coimbra, em seguida entrou na pós-graduação de “Artes da Escrita” na Universidade de Lisboa e, recentemente concluiu um workshop sobre composição com Luísa Sobral. 

Vânia Conde nasceu nas Caldas da Rainha e desde cedo sentiu o apelo pelo canto, só o concretizando mais tarde aquando da vinda para Lisboa.

Fadista de paixão, cantou em casas de fados como a Mesa de Frades e o Senhor Vinho, sendo fadista residente no Restaurante do Museu do Fado e mais tarde na Maria da Mouraria. Em 2010 apresentou-se em nome próprio na Casa da Música, no conceito “Novos valores do Fado”.

Integrou projetos onde várias linguagens musicais se cruzaram com o fado: jazz, com Júlio Resende; música popular e cancioneiro português, com Ricardo Parreira e, atualmente, Música Popular Brasileira, com Gabriel Godoi.

Lançou o seu disco de estreia homónimo em 2016, com apresentação no CCB.

Levou o seu fado além fronteiras, destacando-se Parnasso’s Hall, em Atenas e o Brooklin Academy of Music, em Nova Iorque.

É solista convidada dos Concertos para Bebés desde 2013.

Oiça aqui uma pequena amostra do que pode esperar deste concerto!