CAL apresenta novas ofertas turísticas da América Latina na BTL

Etiquetas: , , , ,
___________________________________________________________________________________

Novas ofertas turísticas, música, dança e gastronomia foram algumas das razões para conhecer o stand da Casa da América Latina e da Fundação AIP na Bolsa Turismo de Lisboa ao longo de 5 dias.

“As novas propostas de turismo em tempo de paz, regiões inexploradas e ricas pela sua biodiversidade, que anteriormente não podiam ser visitadas, revelam-se uma oportunidade única para os portugueses que ainda não conhecem a Colômbia”, referiu Ana Catalina Hernandez, numa apresentação no stand da APAVT, Associação Portuguesa das Agências de Viagens e Turismo, com o apoio da AirEuropa que sorteou uma viagem a este país. “Colômbia vale por tudo o que tem, mas vale sobretudo pelas suas gentes, pela forma como recebe e acolhe todos os que nos visitam”, referiu Carmenza Jaramillo, Embaixadora da Colômbia em Portugal. Colômbia marcou ainda presença com os seus bailarinos do Grupo Folclor Colômbia e a exibição do Carnaval de Barranquilla, seguida da degustação das saborosas empanadas de milho.

O Peru continua a ser um marco nas apostas dos “mochileiros” e de todos que procuram experiências diferentes na América Latina, pois, como diz Jaime Perez, conselheiro da Embaixada do Peru, “o país mais rico não é aquele que tem mais dinheiro, mas sim aquele onde se vive momentos únicos”. Para dar um gostinho do Peru em Lisboa tivemos António Melgão da empresa Melgão Cacau e Chocolates no workshop de cacau peruano que nos trouxe chocolates de cacau de Piura, um cacau muito especial, preferido pelos experts internacionais, finíssimo e único no mundo e Carlos Garcia Chef do restaurante Chasqui e Sebastian Zapata, Chef do restaurante Segundo Muelle que nos trouxeram os sabores da gastronomia peruana.

“A BTL é a Feira da união dos povos e é dessa união e do conhecimento do outro que poderemos evoluir enquanto humanidade. Aqui podemos ter uma amostra do melhor que a América Latina nos pode oferecer e a Argentina em particular”, referiu o Embaixador Óscar Moscariello, durante a demonstração de tango pelos bailarinos Marco de Camillis e Anna Arizza e na degustação de vinhos e gastronomia argentina.

Panamá apresentou a dança dos Diablitos, executada por estudantes panamianos em Lisboa e deliciou-nos com um workshop de rum Abuelo, e a apresentação do novo voo da AirEuropa, com um sorteio, muitíssimo concorrido, de uma viagem para este país. “A abertura desta rota a partir de Madrid oferece-nos uma nova oportunidade para conhecer o Panamá e acredito que isso animará os portugueses a conhecer o meu belo país”, destacou a Embaixadora do Panamá, Ilka Varela de Bares, entusiasmada com a adesão de jovens panamianos nas actividades propostas pela Embaixada.

O programa ainda contou com a alegria das danças mexicanas, a cargo do grupo de dança Alebrije, que assim nos fizeram percorrer as diferentes regiões deste vasto país.

A Academia Danças do Mundo com as aulas de danças latinas, partilhadas com o stand de Cuba que mais uma vez nos trouxe música cubana ao mais alto nível e da Republica Dominicana que não deixou a salsa sem rival, fizeram a Festa da América Latina na BTL. Festa sempre rematada pelo Brasil, com participação em diferentes formatos, desde regiões a cidades como Florianópolis, do frevo, ao samba, passando pela capoeira, levaram a BTL ao rubro.

O concurso de fotografia “Eu Fiz o Mochilão na América Latina” e a partilha de experiências de mochileiros e viajantes, moderado pela Revista Volta ao Mundo e apoiado pela Cannon, Hotéis Villa Galé, Restaurante Segundo Muelle, IPDJ – Instituto Português do Desporto e Juventude e Embaixada da Colômbia, trouxe-nos á discussão uma nova realidade: Fazer o Mochilão depois dos 40 e com filhos menores. “Novos desafios que queremos ver refletidos nas próximas edições deste concurso”, referiu Ana Quartin, da Fundação AIP.