Conversa com os vencedores do Prémio Sesc de Literatura no Mercado da América Latina

Etiquetas: , , , ,
___________________________________________________________________________________

Por ocasião do Mercado da América Latina, a CAL anuncia a participação de três novos talentos da literatura brasileira neste evento. 30 de setembro, entre as 16 e as 17 horas, as pessoas presentes no Mercado da Vila, em Cascais, terão oportunidade de assistir a uma conversa  com os vencedores do Prémio Sesc de Literatura João Meirelles Filho, Luisa Geisler e Marcos Peres, mediada por António Carlos Cortez. Pela primeira vez em Portugal, e sob a produção de Benita Prieto, os escritores apresentam-se aos visitantes do mercado no último dia do evento, já depois de marcarem presença no Festival Literário Internacional de Óbidos 2018 (FOLIO).

João Meirelles Filho é autor do livro de contos O abridor de letras, vencedor do Prémio Sesc de Literatura 2017. Ativista ambiental e empreendedor social. Trabalha no Instituto Peabiru, organização que atua no campo dos direitos sociais e ambientais. Nascido em São Paulo, dedica sua vida à Amazónia e, em especial, a Belém, no Pará, onde reside com sua mulher desde 2004.

Luisa Geisler é autora de Contos de Mentira (Record, 2011) e Quiçá (Record, 2012) ambos vencedores do Prémio Sesc de Literatura e finalistas do Prémio Jabuti. Quiçá foi publicado na Espanha e foi finalista do Prémio Machado de Assis e do Prémio São Paulo de Literatura. Luisa tem textos publicados em mais de dez países.

Marcos Peres venceu o Prémio Sesc de Literatura 2013 com o romance O Evangelho segundo Hitler, também lançado em Portugal. Nasceu em Maringá, é graduado em Direito pela Universidade Estadual de Maringá. Além de escritor, é servidor do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná.

António Carlos Cortez é, além de poeta, ensaísta e professor de literatura portuguesa, investigador do Centro de Literatura de Expressão Portuguesa e Lusófona da Universidade de Lisboa (CLEPUL), consultor do Plano Nacional de Leitura, do Clube UNESCO para a Literatura em Portugal e crítico de poesia do Jornal de Letras e das revistas Colóquio/Letras e Relâmpago. Finalista do Prémio Oceanos de 2018.

O Prémio SESC de Literatura, que em 2018 completa 15 anos, tem vindo a afirmar-se como um dos principais concursos literários no que respeita à descoberta de novos nomes da literatura brasileira. Na edição deste ano, foram inscritas 1.540 obras, sendo 720 na categoria Conto e 820 em Romance.
“O Prémio Sesc de Literatura oferece uma oportunidade a novos escritores e cumpre um importante papel na área cultural, proporcionando uma renovação no panorama literário brasileiro” destaca Henrique Rodrigues, analista de cultura do Departamento Nacional do Sesc. “Desde a sua criação, o Prémio teve mais de 12 mil livros inscritos e revelou 27 novos autores”, reforça.

Não esquecer que o Mercado da América Latina acontece de 28 a 30 de Setembro, no Mercado da Vila de Cascais, prevendo-se que seja um ponto de encontro dos apaixonados pela cultura latino-americana.

Organizado pela Casa da América Latina e pela Câmara Municipal de Cascais, e apoiado pelas Embaixadas da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Cuba, México, Panamá, Paraguai, Peru, Republica Dominicana, Uruguai e Venezuela, este mercado pretende dar a conhecer a diversidade e a riqueza cultural e gastronómica da região, através das suas comunidades que escolheram Portugal como sua casa.

Situado no centro histórico, o Mercado da Vila de Cascais conta com quase 70 anos de existência e alia os costumes tradicionais à modernidade característica do concelho. Com 1000 m2, este espaço tem sido um local de eleição para Mostras Culturais (60.º aniversário do início das relações diplomáticas Marrocos-Portugal e Mostra de Cerveja da República Checa) e para Mercados Temáticos.