Claudia Sheinbaum é a primeira mulher a governar a Cidade do México

Etiquetas: , , ,
___________________________________________________________________________________

Claudia Sheinbaum, a primeira mulher a ocupar a liderança do Governo da Cidade do México, vai tomar posse no próximo 5 de Dezembro. De 56 anos, licenciada em Física e doutora em Engenharia Ambiental, a candidata do partido de esquerda Movimiento Regeneración Nacional (Morena) impôs-se nas eleições do passado 1 de julho com mais de 47% dos votos, face aos 31% conquistados pela outra candidata mais votada pelo eleitorado, María Alejandra Barrales, do Partido da Revolução Democrática (PRD).

Com uma participação de 70,2 %, o eleitorado designou o mesmo partido que presidirá o Governo federal da Cidade do México, algo que não ocorria desde 1997. “Graças a todos e a todas. GANHÁMOS! Recuperaremos a Cidade da Esperança”, publicou a nova governadora da Cidade do México nas redes sociais pouco depois do fecho das urnas.

Desde que a Cidade do México celebrou pela primeira vez na sua história moderna, em 1997 – antes o chefe do Governo atribuía o partido na Presidência – a capital do país será liderada por partidos de esquerda. Durante mais de 20 anos, o PRD manteve sob o seu domínio esta enorme cidade com mais de 9 milhões de pessoas, que representa cerca de 17 % do PIB nacional.

O histórico de governadores da Cidade do México é o seguinte: Cuauhtémoc Cárdenas (1997-1999), Rosario Robles (1999-2000), López Obrador (2000-2005), Alejandro Encinas (2005-2006), Marcelo Ebrard (2006-2012), Miguel Ángel Mancera (2012-2018) e José Ramón Amieva, que substituiu Mancera até à tomada de posse de Sheinbaum.