Quem são as ‘Chicas Poderosas’?

Etiquetas:
___________________________________________________________________________________

“As Chicas Poderosas são, na teoria, um movimento de empoderamento e capacitação de mulheres com base na tecnologia, de maneira a que elas se sintam capazes de ser líderes em media. Na prática, isso traduz-se na construção e facilitação de uma rede de contactos e de mentores (pessoas mais velhas e/ou mais experientes) que podem acompanhar a evolução das suas carreiras e, também, na dinamização de eventos locais que servem, por um lado, de inspiração e, por outro, de prática com o ensino de ferramentas inovadoras que podem ajudar estas ‘chicas’ nos seus trabalhos do dia a dia.

O movimento foi fundado pela portuguesa Mariana Moura Santos, em 2013, na Costa Rica, com base nesta necessidade de empoderar e trazer mais mulheres para a liderança dos media, facultando-lhes o acesso a ferramentas tecnológicas e mentores de topo.

O primeiro evento Chicas Poderosas realizou-se no ano da criação do movimento, no Chile, mas o projeto já cresceu e promoveu eventos para a comunidade em 13 países da América Latina (Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, México, Peru, Honduras, Venezuela, El Salvador, Guatemala), Estados Unidos e Europa (Portugal).

Em Portugal, a estratégia das Chicas passa por replicar o modelo inicial para ampliar a comunidade e, ao mesmo tempo, criar comunidades dinâmicas, participantes, que se inspirem e entre-ajudem.

Já em 2018, no Brasil, arrancou um projeto que é um passo mais no caminho para o impacto: o arranque do New Ventures Lab, uma aceleradora de projetos de media liderados por mulheres, que conta com o apoio da Open Society Foundations e da Google, e que queremos escalar em próximas oportunidades a outros países do mundo.

Em Portugal, o próximo evento organizado pelas Chicas Poderosas é o workshop “Strategic networking and soft power”, no qual contamos com a empresária Linda Pereira. O encontro com inscrição obrigatória está marcado para 26 de abril, às 19h30, no Centro de Inovação da Mouraria.”

Mariana Barbosa

Mais informação aqui.