CineSur trouxe o cinema indígena à Casa da América Latina

Etiquetas: , ,
___________________________________________________________________________________

Na primeira sessão do ciclo de cinema dedicado às “Miradas Indígenas” do CineSur, na Casa da América Latina, foram apresentadas obras realizadas e produzidas por indígenas num âmbito comunitário provenientes do Peru, Colômbia e Guatemala.

“Por mais que alguns dos festivais da Europa e dos Estados Unidos tenham trazido algumas obras de comunidades indígenas mundiais, o facto é que é necessário um contínuo exercício de esforço, de escuta e de olhar sobre novos discursos, sobre diferentes formas de ver o mundo”, explicou Cristina de Branco, organizadora do evento.

A projeção dos filmes foi seguida pela conversa entre o público e o integrante do Grupo Chaski e da Red de Microcines Chaski ‘PERU’, Renè Weber.

“75% da distribuição comercial de cinema está em mãos americanas”, afirmou Renè Weber, garantindo que existe cinema latino-americano indígena e que este precisa ser incentivado para que possa chegar a setores que normalmente não investem em produções deste tipo. “O nosso objetivo tem de ser, não só divulgar o cinema que existe, mas também criar as condições para que as comunidades indígenas façam cinema, fazendo-lhes chegar os conhecimentos e materiais essenciais a essa prática”, salientou ainda.

No final da sessão, os presentes assistiram a um concerto de guitarra e flauta pã peruana.