Curso de Verão América Latina Hoje no ISCTE

Etiquetas: , , ,
___________________________________________________________________________________

Há dez anos que a Casa da América Latina e o ISCTE/IUL organizam o Curso de Verão América Latina Hoje. A edição deste ano, que teve início no passado dia 3 de julho, contou na abertura oficial com a presença da secretária-geral da Casa da América Latina, Manuela Júdice; do reitor do ISCTE/IUL, Luis Reto; do coordenador do Curso de Verão e professor convidado do Centro de Estudos Internacionais (CEI), Luis Fretes Carreras, e da representante do CEI, Ana Mónica Fonseca.

Luis Fretes Carreras referiu que “esta iniciativa enaltece o trabalho que a Casa da América Latina está a desenvolver em conjunto com o ISCTE, numa iniciativa coordenada através do CEI”, dando as boas vindas aos participantes do grupo de trabalho, provenientes de países como Cuba, Brasil, Chile, Panamá e Portugal, bem como ao professor Jussi Pakkasvirta, professor na Universidade de Helsínquia e presidente do Conselho Europeu de Pesquisas Sociais da América Latina, conferencista convidado do seminário que seguiu a sessão de abertura.

A secretária-geral da Casa da América Latina referiu a capacidade de “evoluir de ano para ano” no âmbito do curso. “Estamos atentos ao mundo e às mudanças operadas na região da América Latina nas suas múltiplas dimensões no espaço transoceânico. Temos vindo a evoluir no que toca à conceção do curso, que desde o ano passado é um seminário de especialização, nas colaborações, na organização e logística. Tudo isto tem por objetivo prestar um serviço aos estudantes que procuram um melhor e mais pragmático conhecimento da realidade latino-americana nos dias de hoje nas suas componentes económica, sociopolítica e cultural”, garantiu.

O Reitor do ISCTE/IUL, Luis Reto, destacou que, em termos de investigação, “um dos eixos estratégicos de desenvolvimento desta instituição é, desde há cerca de 15 anos, uma forte internacionalização. Neste momento, entre 9.500 alunos, 20% são internacionais, de 80 nacionalidades. Apostamos muito no desenvolvimento de estudos internacionais, através do CEI, que anteriormente era um centro de estudos africanos, que foi alargado a novas geografias, sendo a segunda prioritária, precisamente, a América Latina.”

Ana Mónica Fonseca salientou que, para o CEI, é “uma honra e um desafio anual permanente organizar este curso que já vai na sua 10ª edição, comprovando o interesse que não só a história, mas a cultura, a atividade política, e a economia da América Latina continuam a provocar em determinado público”. A representante do CEI afirmou ainda que esta instituição “tem assistido a um crescente interesse e aumento de atividade em torno da região da América Latina, quer por parte dos investigadores, quer dos alunos.”

O Curso de Verão “América Latina Hoje”, que termina no dia 7 de julho, conta com um painel de conferencistas composto por Alberto Laplaine Guimarães(Casa da America Latina), Andrea Valencia (Instituto Bellas Artes, Colômbia), Andrés Malamud (ICS-Universidade de Lisboa), Carla Algeri (Polo Bandoneón – Bs. Aires, Argentina), Francisco Panizza (London School of Economic) e Mario Torres (Stockholm University).