ARCOLisboa 2017 com Debates na Casa da América Latina

Etiquetas: , , ,
___________________________________________________________________________________

18 a 21 de maio
Cordoaria Nacional, Casa da América Latina,

A ARCOlisboa – Feira Internacional de Arte Contemporânea de Lisboa apresenta a sua segunda edição, de 18 a 21 de maio, não só na Cordoaria Nacional mas também noutros espaços.

A Casa da América Latina vai receber no seu auditório o ARCOlisboa Fórum, um programa de debates sobre a atualidade criativa, com Master Talks abertas ao público com orientação de Manuel Borja-Villel, James Lingwood e Hans Ulrich Obrist.

No âmbito da Passado e Presente – Lisboa Capital Ibero-americana da Cultura 2017, decorrerá pela primeira vez em Portugal o Encontro de Museus da Europa e da América Latina sobre o tema “The Idea and Role of the Contemporary Museum”, dirigido por Juan Gaitán e Pedro Gadanho.

A organização pretende que o evento, que conta com a participação de 58 galerias (23 das quais portuguesas), de 13 países diferentes, se converta numa “referência da arte contemporânea na Europa”, como afirmouo diretor da Feira de Madrid (IFEMA), Eduardo López-Puertas, na conferência de imprensa realizada na Casa da América Latina no dia 5 de maio.

Estarão representadas galerias nacionais de Lisboa, como Cristina Guerra, Pedro Cera, Vera Cortês e, do Porto, como Murias Centeno, Quadrado Azul, Fernando Santos ou Pedro Oliveira, de Braga (Mario Sequeira) e dos Açores (Fonseca Macedo). Do estrangeiro, estarão representadas, entre outras, galerias como Elba Benítez, Juana de Aizpuru, Giorgio Persano, Vermelho, Monitor e Zak Branicka.

Carlos Urroz, diretor da ARCOlisboa, salientou os bons resultados da feira no ano passado, que contou com cerca de 13 mil visitantes. “90% das galerias que participaram em 2016, voltam este ano, o que é sem dúvida um bom sinal”, afirmou, lembrando também o alargamento do espaço físico da ARCOlisboa a outros espaços, de forma a “pôr em destaque a arte e os artistas portugueses, bem como todas as instituições envolvidas”.

Cristina Guerra, diretora da galeria de arte homónima, salientou a necessidade de impulsionar as galerias portuguesas a “melhorar para conseguir continuar na ARCOlisboa”, acreditando que o evento que foi, no ano passado “um êxito”, vá ter ainda mais sucesso nesta segunda edição.

A ARCOlisboa 2017 é organizada pela IFEMA, com o apoio da Fundação EDP, da Câmara Municipal de Lisboa, do Ministério da Cultura, da EGEAC, do Turismo de Portugal e do Turismo de Lisboa.

A feita estará aberta ao público de 18 a 21 de maio, das 12h00 às 20h00h e até às 18h00h no último dia. A entrada diária tem o valor de 15 euros (5 euros para estudantes).

Consulte aqui a informação detalhada sobre as galerias participantes.