VI Jornadas Internacionais de Linguística Hispânica

Etiquetas: , ,
___________________________________________________________________________________

De 3 a 6 de Abril
3 a 5 abril – Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (Alameda da Universidade) – Inscrições
6 abril – Casa da América Latina (Av. da Índia, 110) – ENTRADA LIVRE

Programa Completo
Programa das línguas ameríndias

O Departamento de Linguística Geral e Românica da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa organiza as VI Jornadas Internacionais de Linguística Hispânica, Variação e Identidade, entre os dias 3 e 6 de abril, na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

A Casa da América Latina associa-se a esta iniciativa organizando uma mesa redonda em torno das línguas ameríndias da América Latina. A sessão terá lugar no dia 6 de abril, pelas 15h00, no auditório da sua sede. Participam na sessão Ladislaa Alcaraz de Silvero (Secretaria de Políticas Linguísticas – Presidência da República, Paraguai), Lilián Graciela Guerrero Valenzuela (UNAM, México), Rita Cancino (Universidade de Aalborg, Dinamarca) e Belén Villena Araya (Universidade Pompeu Fabra).

Estas jornadas têm-se afirmado como um espaço de encontro e debate sobre o trabalho de investigação da variação linguística e da sua relação com a identidade dos falantes, tanto do ponto de vista histórico, como geográfico ou sociolinguístico.

As jornadas têm como áreas temáticas a Antropologia Linguística, Dialetologia, Fonética, Fonologia, Lexicografia, Lexicologia, Linguística Histórica, Linguística Românica, Morfologia, Pragmática, Semântica, Sintaxe, Sociolinguística e Variedades do Espanhol.

Durante os trabalhos terão lugar duas conferências uma pelo Prof. Andrew Lynch (Universidade de Miami, EUA) com o tema “(Re)configuração da voz autentica: tendências atuais da variabilidade identitária em contextos bilingues”. A segunda será proferida pelo Prof. José Luis Blas Arroyo (Universidade Jaime I, Espanha) sobre “Identidades linguísticas (in)variáveis: trajetórias idioletais perante a variação e o cambio linguístico”.