Royal Gold Medal 2017 para Paulo Mendes da Rocha

Etiquetas: , , ,
___________________________________________________________________________________

O Royal Institute of British Architects (RIBA) distinguiu Paulo Mendes da Rocha com a Royal Gold Medal 2017, reconhecendo “o arquiteto brasileiro vivo mais famoso” pelo “trabalho de toda uma vida”.

“Gostaria de enviar os meus mais calorosos cumprimentos a todos aqueles que partilham a minha paixão, em particular os arquitetos britânicos, e compartilhar este momento com todos os arquitetos e engenheiros que têm colaborado nos meus projetos”, agradeceu Paulo Mendes da Rocha, citado pelo RIBA.

Jane Duncan, presidente do RIBA e do júri do Prémio, definiu Mendes da Rocha como um “arquiteto com um incrível reconhecimento internacional”, autor de uma obra “revolucionária e transformadora”, apesar de quase toda ela ter sido construída no seu país de origem.

“Paulo Mendes da Rocha é um arquiteto de classe mundial e uma verdadeira lenda viva. Estou muito contente que tenha sido distinguido com a Royal Gold Medal”, acrescentou.

O arquiteto junta-se à lista de premiados onde constam nomes como Zaha Hadid (2016), Frank Gehry (2000), Norman Foster (1983), Frank Lloyd Wright (1941) e Oscar Niemeyer (1998).

Paulo Mendes da Rocha nasceu em Vitória, no Brasil, em 1928. Autor de uma vasta obra, onde se incluem muitos edifícios públicos no Brasil, adquiriu reconhecimento internacional ao longo dos anos através do seu “estilo brutalista, expondo o betão e recorrendo a acabamentos ásperos”, como é sublinhado no comunicado de imprensa do RIBA. Portugal consta da pequena lista de países que alberga as suas construções, com o Museu Nacional dos Coches (2015), um projeto que realizou em coautoria com Ricardo Bak Gordon.

Este ano, Paulo Mendes da Rocha tinha sido já distinguido com o Leão de Ouro da Bienal de Veneza pelo conjunto da sua obra (2016) e com o Praemium Imperiale International (2016).