Um Espaço Ibero-americano para o Conhecimento

Etiquetas: ,
___________________________________________________________________________________

O Espaço Ibero-americano para o Conhecimento é fruto da 15ª Cimeira Ibero-americana de Chefes de Estado e de Governo, que se realizou em Salamanca há precisamente uma década.

Num protocolo assinado entre todos os participantes, ficou estabelecida a “criação de um Espaço Ibero-americano para o conhecimento, orientado para uma transformação da educação superior e articulado com a investigação, o desenvolvimento e a inovação”.

Como consequência directa deste protocolo, surgiram na última década vários programas destinados a preencher e melhorar o espaço académico ibero-americano. O CYTED, Programa Ibero-Americana de Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento, foi um dos primeiros a ser estabelecido.

Seguiram-se o Programa Pablo Neruda (destinado a fomentar a mobilidade académica entre as duas regiões), o Programa Ibero-americano de Inovação, o Programa Ibero-americano para a Propriedade Industrial e a Promoção do Desenvolvimento e o Iberpyme (Programa de Cooperação Institucional para o Desenvolvimento de Pequenas e Médias Empresas).

Assim, através de uma relação cada vez mais estreita entre os vários países que ocupam o Espaço Ibero-americano para o Conhecimento, espera-se que a qualidade da educação superior nos países venha a melhorar substancialmente.