Exposição de fotografia ‘Energia Social’

Etiquetas: , , , , , , , , , ,
___________________________________________________________________________________

8 de Janeiro a 27 de Fevereiro de 2015
Fundação Portuguesa das Comunicações, em Lisboa
Inauguração: dia 8 de Janeiro às 18h30
Entrada livre

A Casa da América Latina, a Fundação Portuguesa das Comunicações e a Fundação Repsol apresentam a exposição de fotografia ‘Energia Social’, organizada pela sua associada Repsol, que será apresentada entre 8 de Janeiro e 26 de Fevereiro na Fundação Portuguesa das Comunicações. A exposição, que reúne fotografias de artistas latino-americanos e ibéricos, estará patente na FPC de segunda-feira a sábado (de segunda a sexta-feira das 10h00 às 18h00; aos sábados das 14h00 às 18h00; na última quinta-feira de cada mês até às 22h00).

A exposição reflecte o trabalho de oito fotógrafos de oito nacionalidades diferentes, que captam as sinergias entre a paisagem ibero-americana e aqueles que a habitam. Portugal é representado pelo premiado fotógrafo António Homem Cardoso.

A exposição é composta por uma seleção de 50 fotografias, a cores e a preto e branco, que combinam o valor documental e artístico da fotografia. As imagens captadas reflectem diferentes aspectos dos países em que a Repsol e a sua FPC estão presentes e desenvolvem a sua actividade social e cultural.

Oito fotógrafos contemporâneos de renome em seus países mostram neste percurso fotográfico a diversidade das paisagens e os seus habitantes. António Homem Cardoso (Portugal) centra-se na cidade costeira de Sines, localizado entre o mar e a planície; Araquém Alcântara (Brasil) desloca-se para a Mata Atlântica da Amazónia; Walter H. Wust (Peru) elabora um retrato do país Inca através de um percurso pela sua cultura e pelo seu povo; Andrés Unterladstaetter (Bolívia) realiza uma viagem pelas tradições ancestrais do seu país; Ricardo Peña Bacalao (Venezuela) narra o desenvolvimento das populações rurais no norte da América do Sul; Simon Brauer (Equador) dirige o seu olhar para as comunidades indígenas dos Andes; Ángel de la Rubia (Espanha) dirige a lente da sua câmara para o património artístico espanhol; Alejandro Cartagena (México) mostra um retrato sociológico de Reynosa, município no nordeste do México, que traça a fronteira com os EUA.

Na inauguração estará presente Manuela Júdice, Secretária Geral da CAL, para além de António Calçada de Sá, Presidente e Administrador Delegado da Repsol Portuguesa, e de Javier Inclán de la Cuesta, director da Área Social e Institucional da Fundação Repsol.