Matosinhos recebeu novidades da moda peruana

Etiquetas: , , , ,
___________________________________________________________________________________

“O convite que vos faço para estarem na Feira Internacional Perú Moda 2015 não é só para conhecerem a realidade da qualidade da moda peruana do seu algodão (pima), exportado quase na totalidade para o Itália, Espanha e Holanda, mas também para chamar a atenção dos criadores portugueses para a alpaca e vicunha, tecidos requintados e originais facilmente incorporáveis nas suas colecções”, referiu Juan Luis Kuyeng, conselheiro económico da Embaixada do Peru e representante em Portugal do Ministério do Comércio Exterior e Turismo do Peru, num encontro empresarial organizado pela Casa da América Latina, Casa Internacional Lionesa e Embaixada do Peru que decorreu a 12 de Novembro na Lionesa, em Matosinhos.

O evento, direccionado para empresas importadoras e distribuidoras do sector têxtil e acessórios de moda, como a Lion of Porches, Tiffosi, ou Riopele, tinha por objectivo a apresentação da XVIII Feira Internacional Perú Moda 2015, que terá lugar em Lima, de 15 a 17 de Abril. O certame, que conta atrair cerca de 2500 importadores a nível mundial, entre os quais se contam, europeus, japoneses e americanos, vai apresentar as principais novidades em matéria de têxteis, confecções, acessórios de moda e joalharia (sobretudo prata) do mercado peruano.

Kuyeng apresentou as oportunidades de parcerias interessantes na área do design de moda com jovens designers portugueses, referiu a utilização de outros materiais como o algodão orgânico, muito utilizado para roupa de bebé, e o algodão ecológico, que não necessita de ser tingido, é colorido, o que faz aumentar a sua durabilidade.

No sector dos acessórios deteve-se sobre a grande tradição de produção de acessórios em prata de alta qualidade (Peru é o 2º produtor mundial de prata), maioritariamente exportada para o Estados Unidos e Brasil. E por último apelou à concretização de parcerias na produção de moda masculina, especialmente na confecção de fatos, cuja tradição de fabrico no Peru ainda é ainda incipiente.

Eduarda Pinto, Directora da Lionesa, reforçou a importância de estes eventos se realizarem também no Norte, a parceria com a CAL e a Embaixada do Peru e o benefício real oferecidos às empresas que neles participam.

No final houve ocasião para a realização de reuniões privadas, com todas as empresas, onde se analisou a possibilidade de garantir a sua presença na feira em Lima. Mediante a análise dessa candidatura pelo governo peruano será oferecido o pagamento de alojamento e/ou passagem aérea, organização de agenda de reuniões com potenciais parceiros e visita a fábricas.

Consulte a galeria de fotografias do evento.