Vortal com contratos na América Latina

Etiquetas: , ,
___________________________________________________________________________________

Texto de Rui Dias Ferreira, CEO da Vortal Connecting Business.

Rui Dias Ferreira, CEO da Vortal.

Rui Dias Ferreira, CEO da Vortal.

A Vortal é líder na América Latina, por via da implementação de plataformas de contratação pública, disponíveis para todas as entidades adjudicantes, na Colômbia e na República Dominicana.

Neste sentido a América Latina é para nós um mercado de referência. A presença nesta geografia iniciou-se em 2013, por via de um contrato de três anos realizado com a Agência Nacional de Compras Públicas da Colômbia. Este projecto, com arranque efectivo previsto para o final deste ano, irá abranger um total de 6.500 entidades públicas dos governos central e local.

Já em 2014 realizámos um novo contrato com a República Dominicana, no valor de 1.3 milhões de euros, para implementar uma plataforma de compras para a Administração Central. O contrato tem uma duração de 30 meses e integrará na plataforma 200 entidades adjudicantes e 38 mil fornecedores.

Nos horizontes da Vortal estão também outros países, como México, Panamá, Peru, Chile ou Brasil, onde estamos a estudar oportunidades para uma abordagem comercial mais efectiva. De destacar que a Vortal está neste momento a integrar, a convite, uma missão empresarial ao México, organizada pela Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa e pela Confederação Internacional de Empresários Portugueses.

Cerca de 17% dos negócios da Vortal acontecem fora de Portugal e em 2014 perspectivamos que essa percentagem seja superior a 25%. Estamos certos de que o nosso futuro irá passar pela América Latina.

O nosso sucesso internacional deve-se ao empenho que tivemos ao longo dos últimos anos na formação de uma equipa multilingue. A abertura de um escritório em Espanha e a adequação da nossa plataforma ao desígnio internacional foram aspectos fundamentais para o cumprimento deste objectivo.

Sabemos que o sucesso não surge do acaso, e no caso da Vortal deve-se em muito a uma forte aposta nos nossos colaboradores e a um acompanhamento muito próximo dos mercados aos quais nos dirigimos.