Exposição sobre viagem musical à América Central

Etiquetas: , , , , , , , ,
___________________________________________________________________________________

29 de Setembro a 13 de Novembro de 2014
Inauguração no dia 26 de Setembro às 18h30
Casa da América Latina

Entrada livre

A Casa da América Latina vai inaugurar no dia 26 de Setembro, às 18h30, a exposição EL REY, composta de fotografias de viagem. Organizada com a Major Tune, a exposição conta em imagens a história do projecto EL REY, sendo expostos alguns dos momentos mais marcantes da viagem. Todas as imagens contam uma história e todas as histórias têm uma música associada.

Consulte o catálogo da exposição EL REY.

O projecto teve início quando Stefan Lechner e Adi Herzer, dois músicos austríacos, se cansaram da rotina da vida no seu país natal e decidiram embarcar numa aventura pela América Latina durante um ano. A ideia foi explorarem a cultura local através da música. Para isso compraram um autocarro escolar e rumaram em direcção ao México. Sem a ajuda de telemóveis ou internet, Stefan e Adi encontraram músicos por toda a parte e, ao longo da viagem, perceberam o poder da música, não só como meio de aproximação entre pessoas de culturas diferentes, mas também como forma de expressão e de luta.

Esta aventura deu origem ao ciclo EL REY, formado por três vertentes: fotografia, música e cinema. O documentário EL REY vai ser exibido no dia 24 de Outubro (19h00, CAL); para o dia 31 de Outubro, às 22h00, está marcado um concerto com Stefan Lechner e a sua banda.

Veja mais vídeos EL REY no YouTube.

O fio condutor de todo o documentário é a música, que na América Latina possui não raras vezes um conteúdo político-social. O documentário tem como objectivo destacar a importância que os músicos dão à preservação das suas raízes. Mesmo que, por vezes, as mensagens das músicas transpareçam preocupações sociais, é sempre com sentido de humor que a maioria das personagens vive as suas vidas e interage com Stefan e Adi.

O documentário EL REY venceu o prémio de Melhor Documentário no festival TWIFF de 2012, em São Francisco (Estados Unidos), bem como o prémio de Melhor Filme Musical no festival Tiburon (Califórnia, EUA) de 2013. Foi seleccionado para o BLIFF (Boston, EUA, 2012), o IN-EDIT (Berlim, Alemanha, 2012), o ICARO (Guatemala, 2012), o FEST (Espinho, Portugal, 2013) e o Mittelamerikanisches Filmfestival (Viena, Áustria, 2013).

O Ciclo EL REY é organizado pela CAL com a Major Tune, com o apoio da Embaixada do México, da Embaixada da Áustria, da Athenas Seguros e das cervejas Corona.

Leia o press kit do projecto EL REY.

Depois de alguns anos a trabalhar com Organizações Não Governamentais em países em desenvolvimento, Stefan e Adi apaixonaram-se pela América Latina, pelo seu povo e pela sua cultura. Em 2002, depois de uma viagem por alguns dos países da região, os dois amigos conceberam o projecto EL REY. Em 2006, encontraram-se mais uma vez, reunindo as poupanças de uma vida para embarcar numa exploração musical pelas zonas mais rurais e menos turísticas da América Latina. Mas, desta vez, levaram as suas guitarras, um autocarro algo temperamental, equipamento de gravação, uma câmara de filmar e um plano para registar a sua aventura. O objectivo do projecto era conhecer músicos locais e gravar as suas músicas. Os conhecimentos de Adi em gravação de áudio, juntamente com as filmagens de Stefan, e todo o trabalho em conjunto na América Latina, tornaram esta aventura possível.

Stefan Lechner é um cineasta e fotógrafo pouco convencional, com formação diversificada na produção de media, marketing e produção musical. O seu trabalho social em países em desenvolvimento levou-o a criar vários projectos de media digital para Organizações Não Governamentais. A abordagem de Stefan como documentarista é feita através da narração de histórias inspiradoras e inclusivas. Os seus principais interesses assentam em questões sociais contemporâneas e nas muitas facetas que a música pode assumir. EL REY, o seu primeiro documentário, foi exibido internacionalmente em numerosos festivais de cinema e ganhou vários prémios. Em 2007, Stefan mudou-se para Lisboa, cidade onde vive e trabalha actualmente e onde tem já planeados novos projectos.