Tecnovia aposta no mercado do Equador desde 2013

Etiquetas: ,
___________________________________________________________________________________

[Texto exclusivo de Frederico Rezende, Administrador da Tecnovia Madeira, para a CAL Economia de Março de 2014]

A Tecnovia SGPS é uma empresa portuguesa de origem familiar cujo início de actividade remonta aos primeiros anos da década de 60. É constituída por 30 empresas, emprega aproximadamente 2300 colaboradores e gera um volume de negócios de cerca de 400 milhões de dólares.

A estratégia da Tecnovia é a sua história, a sua origem, a sua missão e os seus objectivos como empresa e como agente activo no desenvolvimento económico e social dos mercados onde opera.

A Tecnovia tem as competências necessárias para executar empreitadas de infra-estruturas marítimas, aeroportuárias, construção civil, obras de arte, túneis, construção de estradas, pavimentações, complexos desportivos, obras de ambiente, etc.

Geograficamente, a nossa estratégia de internacionalização aposta essencialmente no continente Africano e na América do Sul. Está presente em inúmeros mercados, nomeadamente em Portugal Continental, Açores, Madeira, Angola, Cabo Verde, Guiné Conacri, Argélia, Brasil, Equador, Marrocos e Timor.

O Equador, aposta da Tecnovia em 2013, tem-se revelado uma experiência muito enriquecedora, embora com inúmeras dificuldades e desafios constantes. Estamos totalmente empenhados em atingir os nossos objectivos e deixar a marca Tecnovia como uma referência no mercado equatoriano.

A satisfação dos nossos clientes é a nossa prioridade e todos os quadros da Tecnovia estão motivados e focados em executar todas as empreitadas com o profissionalismo e qualidade que nos são reconhecidos.

A experiência no Equador, assim como a sua proximidade geográfica e cultural a outros países da América Latina, levou a Tecnovia a desenvolver contactos em países limítrofes, estando actualmente a estudar novos projectos.

A aposta no mercado equatoriano é uma aposta de futuro, sendo o presente apenas o início de um caminho que pretendemos que seja muito longo.

Queremos que no futuro o nome da Tecnovia esteja associado ao desenvolvimento sustentado do Equador.