Aulestia convida empresas a investir no Equador

Etiquetas: , ,
___________________________________________________________________________________

A Casa da América Latina (CAL) conversou com Diego Aulestia, Embaixador do Equador em Portugal. Após o encontro para empresas sobre negócios no Equador, promovido pela CAL e pela Católica Lisbon School of Business, e poucos dias antes de deixar o nosso país, o Embaixador fez um balanço sobre a sua estada em Portugal e deixou um convite às empresas portuguesas.

Qual é o balanço que faz da sua estada em Portugal?

O balanço é muito positivo. Em primeiro lugar, porque o Equador abriu a sua Embaixada em Portugal há apenas um ano e meio; não tínhamos presença directa no país, tínhamos implementado um consulado pouco tempo antes. Foi um trabalho muito intenso, mas muito gratificante em diferentes vertentes. Para o fortalecimento das relações económicas creio que trabalhámos com bastante intensidade não descurando, claro, os assuntos culturais. Pessoalmente levo a melhor das impressões de Portugal.

Tenciona voltar a Portugal?

Espero reformar-me cá! (Gargalhada) Gostei muito do país. É difícil fazer previsões, mas adorava voltar para visitar aos amigos que cá deixamos.

Disse que o Equador é um tesouro escondido para os portugueses. Quais são para si as áreas que poderiam ser exploradas pelos empresários no Equador?

Há opções interessantes no turismo. A vantagem do Equador é que, sendo um país pequeno, é muito diversificado. Devemos considerar também, e ligados ao turismo, os serviços de logística. Há também oportunidades interessantes na construção civil e nas energias. O Equador é um país de oportunidades.

Onde se podem informar as empresas que estejam interessadas em investir no Equador sobre as oportunidades de negócio?

Na nossa Embaixada. O Ministro da Embaixada, Erick Medina, está responsável pela área de negócios, e poderá informar as empresas portuguesas.

Há algum suporte online?

Temos um site, de uma instituição chamada Pro-Ecuador, o www.proecuador.gob.ec. Nele se encontram informações empresariais. Pode ter-se acesso a o catálogo do investidor e, também, comunicar oportunidades comerciais, para a compra e venda de produtos.