Financial Times distingue Vieira de Almeida

Etiquetas: ,
___________________________________________________________________________________

[Notícia do Jornal de Negócios] A sociedade portuguesa de advogados Vieira de Almeida (VdA) [associada cooperante da Casa da América Latina] conquistou o prémio do “Financial Times” que distingue a firma mais inovadora da Europa continental e ainda viu um sócio seu, António Magalhães Cardoso, ser seleccionado entre os dez advogados mais inovadores da Europa. Os prémios foram entregues no passado dia 3 de Outubro, em Londres, perante uma plateia de mais de 400 advogados.

[…] António Magalhães Cardoso foi nomeado como “um dos dez advogados europeus mais inovadores, pela prática desenvolvida com sucesso pela equipa da VdA que se dedicada ao direito da propriedade intelectual, área que lidero, na protecção dos direitos e interesses das empresas farmacêuticas proprietárias de patentes”. O advogado frisou ainda que se trata da primeira distinção atribuída pelo FT a um advogado português. O sócio da Vieira de Almeida foi seleccionado entre 100 advogados de vários países da Europa.

Além da VdA, escritório liderado por João Vieira de Almeida – que foi ainda recomendada por iniciativas inovadoras em áreas como Corporate Strategy, Client Service e Dispute Resolution – estavam também nomeadas para os “Innovative Lawyers Awards” do “Financial Times” mais duas sociedades de advogados portuguesas, a PLMJ e a Miranda, num “ranking” composto por mais de 50 firmas europeias, entre as quais as maiores sociedades europeias (“magic circle”). A VdA era contudo a sociedade portuguesa com um maior número de nomeações (quatro e mais uma nomeação individual). A Miranda estava nomeada para duas categorias e a PLMJ para três.

A estes prémios, que começaram a ser atribuídos em 2006, concorrem anualmente cerca de 600 firmas europeias de advogados, nomeadamente as que mais se destacam pela aposta na inovação.