CAL visitou Serviço de Estrangeiros e Fronteiras

Etiquetas:
___________________________________________________________________________________

A Casa da América Latina promoveu uma visita, no passado dia 30 de Maio, ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras com a presença dos embaixadores e cônsules latino-americanos, com o propósito de dar a conhecer instituições públicas e privadas que se destacam pela inovação, investimento em novas tecnologias e serviços de excelência.

A visita iniciou-se na Sede do SEF, em Oeiras, onde o director nacional da instituição, Jarmela Palos, salientou a importância da articulação entre o serviço que dirige e os responsáveis máximos de cada país no território. “O reforço de competências na área de emissão de passaportes, as inovações introduzidas e o desenvolvimento de procedimentos mais expeditos permitem-nos, por exemplo, a emissão de um passaporte temporário na hora, evitando contratempos a quem dele se esqueceu ou o deixou caducar, ou permitir que um passaporte normal pedido às 11h00 possa ser entregue às 16h00”, salientou.

As novas soluções tecnológicas – inovadoras em Portugal – de controlo documental na fronteira permitem, por exemplo, identificar uma pessoa portadora de passaporte biométrico em 12 segundos, poupando tempo e ganhando em conforto para o passageiro, referiu o inspector Luís Quelhas, Coordenador do Gabinete Técnico de Fronteiras do SEF. A box rapid já é utilizada na Venezuela e na Colômbia.

A aplicação desta tecnologia, em funcionamento na União Europeia, faz parte projecto-piloto entre o aeroporto de Brasília e o aeroporto de Lisboa, o que permitirá que cidadãos brasileiros e portugueses com passaporte diplomático obtenham a sua identificação.

“As relações com o SEF sempre foram excelentes e sinto que a partir de hoje saíram reforçadas. Na Venezuela o passaporte biométrico existe desde 2006 e transformou, agilizando, todo o processo de identificação e controlo documental nas fronteiras, com benefício para todos. Louvo todos as novas e interessantes soluções aqui demonstradas que servirem de inspiração a todos os que aqui estamos”, referiu o embaixador da Venezuela, Lucas Rincón Romero.

A visita prosseguiu no Aeroporto de Lisboa, onde foram apresentadas as modernas tecnologias no sector: a Loja do Passaporte, a Unidade de Identificação e Peritagem Documental e a Fronteira Electrónica, através dos sistemas portugueses de Reconhecimento Automático de Passageiros Identificados Documentalmente (RAPID) e Processo Automático e Seguro de Saídas e Entradas (PASSE).