Trabalho sobre o México vence prémio

Etiquetas: ,
___________________________________________________________________________________

[Notícia do SEGIB] Decorreu no dia 20 de Fevereiro, na Universidade Carolina, em Praga, a cerimónia de entrega do Prémio Ibero-Americano, este ano na sua XVII edição, na presença da Primeira-dama da República Checa, Lívia Klausová, que patrocina o prémio.

A edição 2012 do prémio contou com 12 concorrentes, tendo o primeiro lugar sido atribuído, ex-aequo, a Marek Atanasiev, aluno de Filologia Portuguesa na Universidade de Masaryk, em Brno, com um trabalho dedicado à Personagem de D. Madalena de Vilhena na obra Frei Luis de Sousa, de Almeida Garrett, e a Jan Stílecký, da Universidade Carolina em Praga, com o ensaio Imagen de la Revolución mexicana en la novela de Carlos Fuentes. O terceiro lugar coube a Jana Kratochvílová, com o trabalho Nuevo arte popular mexicano. Alebrijes oaxaqueños.

O Prémio Ibero-americano foi criado em 1994 pelos representantes diplomáticos dos países ibero-americanos, para apoiar a investigação e o conhecimento sobre os países da América Latina e da Península Ibérica na República Checa, por parte dos estudantes checos da língua portuguesa e castelhana.

Durante a cerimónia, o Reitor da Universidade Carolina, Prof. Vacláv Hampl, destacou a importância do prémio para a divulgação dos países ibero-americanos e das disciplinas e culturas a eles associadas, referindo que «graças ao interesse dos estudiosos e à disposição das universidades para fundar novos institutos, tem vindo a crescer, nos últimos vinte anos, o número de centros universitários que se ocupam do mundo ibero-americano. Também aumentaram significativamente as possibilidades de realizar intercâmbios em Espanha, Portugal ou América Latina».

Tal como na edição anterior, foi também este ano, Secretário Pro-Tempore do Prémio, o embaixador da Venezuela nesta cidade, Victor León.